ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

ÔNIBUS HÍBRIDO VOLVO TRANSPORTA COMITIVA DA FIFA E DO COL EM VISITA A CURITIBA


   Fotos: Brunno Covello/SMCS

A equipe formada por integrantes da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) que esteve nesta terça-feira, 27, em Curitiba, teve a oportunidade de circular pela cidade em um ônibus híbrido da Volvo.  

A comitiva foi à capital paranaense para visitar as obras da Arena da Baixada, sede do Clube Atlético Paranaense, um dos estádios que receberá os jogos da Copa de 2014, no Brasil.

Os integrantes da comitiva percorreram os 15 quilômetros entre o aeroporto e o estádio a bordo de um dos ônibus híbridos do sistema de transporte urbano de Curitiba.  

Ministro Aldo Rebelo, Prefeito Luciano Ducci e Ronaldo
Estavam na comitiva o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, os ex-jogadores Ronaldo Fenômeno e Bebeto, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, membros do COL, o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, o secretário Municipal da Copa, Luiz de Carvalho, e o secretário Estadual da Copa, Mário Celso Cunha.

A Volvo iniciou a fabricação do veículo no Brasil em junho deste ano.O ônibus híbrido da Volvo tem com dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. O motor elétrico é utilizado para arrancar o ônibus e acelerá-lo até uma velocidade de aproximadamente 20 quilômetros por hora. 

A tecnologia usada no veículo permite economia de combustível de até 35% e reduz em 90% as emissões de gases poluentes, em relação aos ônibus com tecnologia Euro 3. Outra vantagem do veículo é não emitir ruído em cerca de 30% a 40% do tempo de operação.





O NOSSO COLUNISTA FERNANDO CALMON VOLTA A ANALISAR A QUESTÃO DA SEGURANÇA DOS AUTOMÓVEIS VENDIDOS NO BRASIL QUE EM SUA OPINIÃO CONTINUA A CAUSAR INTERROGAÇÕES. VALE A PENA CONHECER O ASSUNTO MAIS A FUNDO



Alta Roda 
nº 709 — 29/11/12 

Fernando Calmon


CRITÉRIOS E MEDIDAS

A terceira rodada de testes de colisão contra barreira fixa, realizada pela ONG Latin NCAP (acrônimo em inglês para Programa de Avaliação de Carros Novos, da América Latina), continua a trazer interrogações. 

A entidade sediada no Uruguai tem bons discursos, pois trata de estimular por efeito comparativo o nível de segurança passiva dos veículos.

Existem pelo menos seis desses programas em diferentes regiões produtivas do mundo. Os métodos não conversam entre si. 

Há diferenças marcantes entre modo de colisão contra barreira fixa (frente toda ou parcial), velocidade de choque, impactos laterais (perpendiculares e contra obstáculo cilíndrico), além de proteções específicas para crianças a bordo e simulação de atropelamento de pedestre.

Classificação de zero a cinco estrelas é por meio de pontuação que avalia ferimentos em bonecos antropométricos sensorizados. 

Algumas distorções não são explicitadas pelo Latin NCAP, como a velocidade de impacto. Regulamentos da ONU sugerem 56 km/h, mas aqui a ONG usa 64 km/h. 

Essa diferença, que vem sendo eliminada, decorre de custos de produção e poder aquisitivo de cada mercado.

A China tem seu próprio NCAP e já concordou com a velocidade maior, o que encarecerá a estrutura de seus carros. 

Afinal, o Geeky CK1 (sem airbags) não conseguiu nenhuma estrela, em 2010, e o JAC J3 foi o único modelo, mesmo com airbags frontais, que alcançou apenas uma estrela, em 2012. 

Oito automóveis compactos fabricados no Brasil (Celta, Corsa Classic, Gol, Ka, Palio, Sandero, Uno e 207) também ficaram com uma estrela, quando testados sem airbags. Se serve de consolo, veículos chineses são (bem) inferiores nessa segurança aos produzidos no Brasil.

Há outras curiosidades com a pontuação. March mexicano, com airbags frontais, ganhou duas estrelas (2011) e o europeu, cinco. O modelo vendido na Europa tem mais equipamentos, mas estruturalmente são iguais: três estrelas de diferença mostram algo errado na metodologia.

Colocaram aqui um mínimo de 14 pontos para o veículo ser cinco estrelas, enquanto na Europa esse limite é “flexível”. No site da EuroNCAP, Chevrolet Volt aparece com 11,6 pontos em impacto frontal e recebe cinco estrelas (2011), enquanto o Cruze com 13,18 pontos (2011) se classificou com quatro estrelas no Latin NCAP. Excesso de zelo para os fabricados na América Latina?

Essas trapalhadas só acontecem pela omissão dos legisladores da região em criar um padrão de segurança coerente e mais severo ao longo do tempo. 

O nosso continente é o único para o qual a organização Euro NCAP conseguiu exportar seus negócios e métodos, com pouca discussão técnica sobre a realidade dos mercados.

Latin NCAP gosta de repetir que os modelos mais vendidos aqui estão 20 anos atrasados em relação aos mercados centrais. 

Mas se esqueceu de comentar que dos 26 automóveis testados contra a barreira, em três anos, há mais modelos, nove, com quatros estrelas (City, Corolla, Cruze, Etios, Fiesta, Fluence, Focus, Polo e Tiida), do que com uma estrela. 

E vários dos atuais “uma-estrela” receberão outra, quando a legislação tornar airbags obrigatórios, parte em 2013 e a totalidade em 2014.

RODA VIVA

PARA quem gosta de comparar preços do Brasil com o exterior, esquece de ver a Europa. Bom exemplo é Fusion Titanium mexicano, carro praticamente igual ao alemão Mondeo Titanium. Aqui, o médio-grande da Ford custa R$ 113.000 e lá, 33.750 euros (R$ 91.000). Se igualadas as cargas fiscais, os preços são iguais ou até um pouco mais caro na Europa.

CARLOS GHOSN, presidente mundial da Renault-Nissan, em visita ao Brasil, fez primeira previsão de um executivo do setor sobre o mercado brasileiro em 2013. Ele acredita em elevação nas vendas de automóveis e comerciais leves de 2%, metade em termos nominais do que deve crescer a economia (4%). Ano será mais difícil sem o incentivo do IPI menor.

FLUENCE GT (R$ 79.370) é dos poucos produtos fabricados no Mercosul que não vilipendiou a sigla Grã Turismo. Além do motor turbo 2 litros/180 cv (37 cv a mais), o carro tem apêndices e apliques discretos, além de câmbio manual. Suspensão recalibrada e o torque de 30,6 kgf.m formam boa combinação para quem quer algo mais de um honesto sedã familiar.

REDUÇÃO de até 35% no consumo de combustível é esperada nos motores de F-1, em 2014, segundo a Magneti Marelli. O downsizing parte de um V-8 aspirado/2,4 L para um híbrido V-6 com eletroturbo/1,6 L. Pela primeira vez, se utilizará injeção direta de gasolina a 500 bares de pressão e a empresa será única responsável pelos novos injetores. Potência se manterá em 700 cv.

RASTREADOR/BLOQUEADOR de veículos com comando por voz e controle remoto foi desenvolvido pela LocatorOne, de Campinas (SP), especializada em soluções de segurança sem pagamento de mensalidades. O ABR – Super também detecta tentativas de interferência eletrônicas (jamming) sobre o GPS. Preço: R$ 1.220,00. Pormenores em www.locatorone.com.br.
_____________________________________
fernando@calmon.jor.br e www.twitter.com/fernandocalmon

UMA BOA NOTÍCIA PARA O SETOR AUTOMOTIVO BRASILEIRO DÁ CONTA DA VOLTA DA PRODUÇÃO DE VÁRIOS MODELOS DO GRUPO VOLKSWAGEN À FÁBRICA DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS, QUE PASSARÁ POR TOTAL RENOVAÇÃO. AS NOVIDADES DE ROBERTO NASSER NÃO FICAM POR AÍ: O RENAULT DUSTER PARTICIPARÁ DO PRÓXIMO RALLYE DAKAR PARA MATAR A IDEIA DE QUE O MODELO É APENAS URBANO, E ENTRE OUTRAS, A COLUNA DE "CARROPORAÍ" REVELA QUE TRIUMPH FABRICARÁ MOTOS EM MANAUS




Coluna nº 4812 de 28 de novembro de 2012

A BMW MOTORRAD LANÇA A F 800 GT PARA DISPUTAR ESPAÇO NO SEGMENTO INTERMEDIÁRIO DAS ESTRADEIRAS, APOSTANDO, PRINCIPALMENTE, NO CONFORTO, SEM DESCURAR O DESEMPENHO GARANTIDO COM UM MOTOR DE DOIS CILINDROS EM LINHA DE 798 CC. É UMA PENA, A F800 GT NÃO VIR PARA O BRASIL


A BMW Motorrad aperfeiçoa a oferta de motos estradeiras e estabelece uma nova referência no segmento intermediário dessas motocicletas com o lançamento da nova F 800 GT, a sucessora da F 800 ST, que infelizmente não será vendida no Brasil, de acordo com a Assessoria de Imprensa da BMW.



A nova F 800 GT conta com um motor de dois cilindros em linha, de 798 cc, refrigerado a água, que logo se percebe a sua grande capacidade de aceleração e um comportamento altamente dinâmico.  



O propulsor é agora mais potente graças a um ajuste feito no motor que tem 66 kW / 90 CV (F 800 ST: 62,5 kW (85 CV)) a 8.000 rpm.
Graças ao sistema propulsor secundário a correia dentada da F 800 GT não precisa de manutenção.



A orgonomia foi sensivelmente melhorada, assim como a proteção contra o vento e a chuva com uma nova carenagem mais completa e o porta-objeto está mais prático e com maior capacidade de carga útil, elementos que tornam a F 800 GT numa genuína "Gran Turismo".

A nova BMW inclui de série freios ABS, obedecendo critério de Segurança 360°, da marca, o que lhe confere o status de uma moto segura e confortável. 

Isso foi possível graças também a seu chassis otimizado e a um diverso sistema de opcionais, entre eles o sistema de control automático de estabilidade ASC (Automatic Stability Control) e o sistema de ajuste eletrônico de suspensão ESA (Electronic Suspension Adjustment).


A gama de acessórios especiais da BMW Motorrad criados para a F 800GT inclusive um silencioso Akrapovië. 



Este silencioso de titânio e aço inoxidável, que pesa aproximadamente 1,7 kg menos que o silencioso de série, é do tipo slip-on e consegue que o motor de dois cilindros tenha um som especialmente vigoroso.

Resumo das novidades:
  • Maior potência da F 800 GT em comparação com o modelo anterior: 66 kW (90 CV) a 8.000 rpm (F 800 ST: 62,5 KW (85 CV) a 8.000 rpm).
  • Carenagem com novo desenho mais dinâmico e de melhor proteção contra o vento e a chuva. Novas cores.
  • BMW Motorrad ABS de última geração, incluído de série.
  • Sistema de control automático de estabilidade ASC
    (Automatic Stability Control) (item opcional).
  • Suspensão regulável electrônicamente ESA
    (Electronic Suspension Adjustment) (opcional).
  • Ajuste da pré-carga mediante aperto para optimizar  ergonomia e dar mais conforto.
  • Chassis optimizado para maior estabilidade dinâmica e conforto.
  • Novas jantes mais rápidas, de desenho dinâmico.
  • Ergonomia adequada à qualidade estradeira da moto, com banco do carona mais elevado e novo posicionamento dos estribos.
  • Assento mais confortável para condutor e seu acompanhante.
  • Novo conjunto de comandos no guidom. Novo depósito de líquido de freio.
  • Novo guidom cônico de alumínio, desacoplado do chassis para reduzir las vibrações.

  • Novo desenho do velocímetro e do conta-giros,  e mais indicadores, com mais informações.
  • Carga útil de 207 kg (+11 kg).
  • Novo sistema de escapamento, com protetor optimizado para o calcanhar.
  • Luz intermitentes de color cinza aluminizado.
  • Novo sistema de fixação no guidom do navegador BMW Motorrad Navigator IV (acessório especial).
  • Redução de potência de 35 kW (48 CV)
    (opcional).

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

FIAT GRAND SIENA GANHA PRÊMIO TOP CAR TV 2012


O Fiat Grand Siena conquistou o "Prêmio Top Car TV 2012" na categoria "Carro Nacional entre R$ 31 mil e R$ 60 mil", por um júri formado por 22 jornalistas especializados em automóveis do setor televisivo e também dos principais programas de TV veiculados na Internet.


O Grand Siena, lançado em 2012, destaca-se também pela relação racional/emocional. Traz um dos maiores porta-malas no segmento, além de ser muito confortável, dinâmico, dono de um visual moderno e completo em termos de conteúdos. 


O carro vem sendo adotado pelos taxistas, o que revela tratar-se de um carro "que aguenta os trancos da praça" sem problemas, isso significa que é um carro mecanicamente seguro, confortável e é tetra flex, saindo de fábrica com kit gás.

Estas características foram reunidas em um único automóvel graças a um projeto completamente inovador, que justificou plenamente a incorporação do prefixo Grand. 



Plataforma exclusiva, dimensões mais generosas, suspensão traseira mais robusta e sofisticada, novos motores, opções de câmbio manual ou Dualogic, freios ABS e duplo airbag dianteiro de série fazem dele verdadeiramente o Grand Siena.

Outro diferencial é a versão Tetrafuel. O Grand Siena é o único modelo que sai de fábrica capaz de rodar com quatro combustíveis – gasolina pura (sem adição de álcool), gasolina brasileira (com 22% de adição de álcool), etanol e GNV.

O prêmio Top Car TV 2012 também premiou a Fiat com o “Melhor Comercial de TV Varejo”, com a campanha “Pra quem quer Economizar, o verão é um inferno. A Fiat é o paraíso”.



PRESIDENTE DA GM, GRACE LIEBLEIN, É ELEITA "EXECUTIVA DO ANO" E CHEVROLET CRUZE SPORT6 CONQUISTA O TÍTULO DE "CARRO DO ANO ENTRE OS DE PREÇO ACIMA DE R$ 61 MIL". DECISÃO FOI DO JURI DE JORNALISTAS DO PRÊMIO TOP CAR TV

Da esquerda para a direita, os representantes da GM do Brasil - Carlos Augusto Pereira de Souza, Assessor de Comunicação; Pedro Luiz Dias, diretor de Comunicação Social; Beatriz Matarazzo, Assessora de Comunicação; Nelson Silveira, gerente de Comunicação; Ivan de Oliveira, Assessor de Comunicação; e, Frederico Themoteo Junior, diretor de Marketing de Comunicação, receberam o prêmio de "Melhor Campanha publicitária de varejo, com o anúncio Chevrolet - Vida Nova Nas Ruas"

São Caetano do Sul (SP) – A General Motors do Brasil e a marca Chevrolet conquistaram na noite desta terça-feira (27/11/2012), em São Paulo, três vitórias no Prêmio Top Car TV de 2012 – Grace Lieblein, presidente da GM do Brasil, como a “Executiva do Ano de 2012”, o modelo Cruze Sport6, como o "Melhor Carro Nacional com preço acima de R$ 61.000,00", e a campanha publicitária “Chevrolet – Vida Nova Nas Ruas”, na categoria de varejo.

Realizado desde 2002, o Prêmio Top Car TV escolhe anualmente os melhores executivos, veículos e campanhas publicitárias no Brasil. O júri é constituído por 22 jornalistas que possuem programas especializados em veículos em todo o país, em emissoras de televisão e também na internet.

A presidente da GM do Brasil, 
Grace Lieblein, foi eleita 
"Executiva do Ano de 2012".
“Estes prêmios são bastante significativos para nós da Chevrolet e da GM do Brasil, pois representam o reconhecimento ao nosso programa de renovação do portifólio de veículos, com sete modelos totalmente novos em 2012, além da modernização e ampliação industrial das nossas unidades, em uma estratégia comandada por Grace Lieblein, a presidente da empresa, que conquistou um justo prêmio na categoria de executivo do ano no setor automobilístico brasileiro”, destacou Pedro Luiz Dias, diretor de Comunicação Social da GM do Brasil.

Ele acrescentou que a GM está em fase de conclusão de um amplo programa de investimento da ordem de R$ 5,3 bilhões, para o período de 2008 a 2012, que culminou com sete lançamentos em 2012, ou sejam, a nova picape S10, o Cruze Sport6 (hatchback), os Sonic hatchback e sedã, o veículo de uso múltiplo Spin, o Onix (hatchback) e o SUV Trailblazer, além da ampliação das fábricas atuais e a construção de uma nova, em Joinville (SC), para a produção de motores e cabeçotes. Pedro Luiz Dias lembra que a GM do Brasil completará, no próximo dia 26 de janeiro de 2013, 88 anos de atividades no País.



O Chevrolet Cruze Sport6 foio eleito o "Melhor Carro do ano, entre os com preço acima de R$ 61 mil.

Nota da Redação: O Blog do Arnaldo Moreira parabeniza os companheiros do Departamento de Comunicação da GMB pelo prêmio conquistado.



terça-feira, 27 de novembro de 2012

VOCÊ SABIA QUE SE FOR MULTADO POR COMETER UMA INFRAÇÃO LEVE OU MÉDIA, SE NÃO TIVER RECEBIDO NENHUMA MULTA SEMELHANTE NOS ÚLTIMOS 12 MESES, A MULTA PODE SER TRANSFORMADA EM ADVERTÊNCIA? E SABIA QUE UM CARRO A 190 KM/H QUE BATA NUM MURO, POR EXEMPLO, LEVA 68 MILÉSIMOS DE SEGUNDO PARA FICAR TOTALMENTE DESTRUÍDO? VEJA COMO SE LIVRAR DA MULTA E ASSISTA O VÍDEO DA BATIDA.


Dirigir com cuidado, dentro dos limites de velocidade e obedecendo a sinalização, tanto na cidade quanto na estrada, só traz vantagens. Evita ter de pagar multas e sofrer acidentes que dependendo da velocidade o carro pode não suportar as consequências de um choque mais violento e vitimar os ocupantes. 

É sempre bom lembrar que cada carro protege seus passageiros de choques até determinadas velocidades, e sejamos francos, que não passem de 72 km/h (45 milhas), o máximo utilizado pelas fábricas nos testes de choques, e no máximo 80 km/h. 

Segundo um velho ditado, de 60 a 100 Km você dirige o carro; de 100 a 130 Km/h é o carro assume a direção e acima de 130 km/h, o diabo vai sentado a seu lado.

As cidades, independente de seu tamanho e importância são hoje controladas por inúmeros radares (pardais, no Rio de Janeiro) que flagram quem excede os limites de velocidade, nem sempre da forma mais clara e justa. 

Uns limitadores de velocidade são bem visiveis, e sinalizados, mas, outros, se apresentam como perfeitas armadilhas: em determinado trecho de uma via urbana de grande movimento, a velocidade estipulada é por exemplo 80 km/h, que de repente cai para 70 km/h, sem um claro aviso de alteração de velocidade máxima e quem não conhecer a armadilha é inevitavelmente multado.

Entretanto, o Código Nacional de trânsito (CNT) em alguns casos favorece os motoristas. 
Numa decisão recente, o motorista que receber uma multa por infração leve ou média, se não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses, não precisa pagar multa, basta ir ao DETRAN e pedir o formulário para converter a infração em advertência com base no Art. 267 do CTB. 



Para formalizar esse pedido, o motorista deve levar xeróx da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e a notificação da multa. Em 30 dias, o Detran deve enviar, pelo correio, a advertência por escrito. Perde os pontos na carteira, mas não paga nada.

O Código de Trânsito brasileiro, em seu art. 267 determina que "poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de punição com multa, desde que o motorista não seja reincidente na mesma infração, nos últimos 12 meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como educativa.

Muita gente desconhece esse artigo do CNT e deve ficar atenta se receber alguma multa nessa situação.

Recebi há uns dias de um leitor do Blog um vídeo que me assustou: uma batida frontal de um carro a 190 km/h (que tem as mesmas consequências de um choque frontal entre dois carros a 95 km/h) contra um muro.

É interessante ler o texto todo antes de assistir o vídeo, pois é interessante saber que a maioria dos carros fabricados e vendidos no Brasil - inclusive alguns de motor 1.0 - atingem de 150 km/h a 160 km/h de velocidade máxima, apesar de não possuírem importantes equipamentos de segurança, como air bags frontais e freios ABS.

Os carros com motor de, ou acima, de 1.6 atingem facilmente essa velocidade e alguns chegam a 170 e até 180 km/h. Os de motores  de, ou mais de, 1.8 chegam a 180 km/h com uma certa facilidade e vão até os 200 km/h e até 220 km/h.

Tanto motoristas quanto demais passageiros de carros mais caros, de luxo, nem sempre notam o aumento da velocidade devido ao excelente isolamento acústico, e ao conforto e à eventual distração e quando notam estão rodando a 180, 190 e até a 200 km/k.

O vídeo que sugiro que assista mostra uma batida frontal de um carro a 190 Km/h com um muro. É um teste de choque frontal em que os passageiros - motorista e carona - são bonecos, mas a cena é impressionante.

Sejamos realistas, um carro comum, por mais luxuoso e caro que seja, está muito longe de possuir um habitáculo, um cok pit, com a segurança oferecida por um bólido de corrida edm que um piloto sai ileso, na maioria das vezes, de um choque a mais de 200 km/h.

Por isso, todo o cuidado é pouco na direção. Na verdade, não adiantam air bags, cintos de segurança de três ou mais pontos, freios ABS, com EDB, controle de tração, carroceria retrátil ou quaisquer outros equipamentos de segurança, a certeza de que o carro e os passageiros ficarão em frangalhos.

Na realidade, nada poderá salvar a vida dos ocupantes numa batida a essa velocidade e as estatísticas estão aí para provar que excesso de velocidade, muitas vezes, misturada com bebidas alcoólicas, são uma tentação para pisar fundo no acelerador. 

Quando a sentir, lembre-se deste vídeo. Reveja-o de vez em quando para eliminar eventuais tentações, tenha consideração para com os seus familiares e amigos.
O teste mostrado no vídeo, do choque a 190 Km/h, mostra a realidade nua e crua, do que acontece num acidente. O resultado do estudo, que foi monitorado por computador, mostra que os ocupantes do veículo são submetidos a uma aceleração negativa (porque tudo tem que parar), equivalente a 400 vezes a atração da gravidade.

A total destruição do carro e dos ocupantes ocorre em apenas 68 milésimos de segundo!
Sabe o que é isto? Tome 1 segundo, divida em 1000 partes e então fique com apenas 68 delas. Este é o tempo exato gasto entre o para-choque tocar o obstáculo e o carro parar!

Se o que era de aço, fica como você verá, que tal sobre o seu coração, fígado, pulmões, coluna, caixa craniana  enfim, você e quem for no carro consigo.

Clique para assistir o vídeo:

https://mail.google.com/mail/u/0/?ui=2&ik=51b18ca103&view=att&th=13b2d68aa4520814&attid=0.1&disp=safe&realattid=70c76de7df7b474a_0.1&zw

AUTÓDROMO DE CASCAVEL RECEBE NESTE FIM DE SEMANA A PENÚLTIMA ETAPA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE GRAN TURISMO. A ÚLTIMA ETAPA SERÁ EM INTERLAGOS EM 16 DEZEMBRO



São Paulo, 27 de novembro de 2012 - O Campeonato Brasileiro de Gran Turismo estará, pela primeira vez, em Cascavel (PR) entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro. A rodada dupla da sétima e penúltima etapa será decisiva para revelar os candidatos ao título da temporada 2012. 

Com apoio e suporte dos companheiros do BMW Team Brasil, o paulista Leonardo Cordeiro corre para assumir a liderança e levar a vantagem para Interlagos (SP), palco da última etapa em 16 de dezembro. 

O gaúcho Vitor Genz e a dupla Matheus Stumpf/Patrick Gonçalves também estão otimistas quanto ao potencial de evolução dos modelos BMW M3 na pista de alta velocidade, repleta de curvas do Autódromo Internacional de Cascavel e vão unir forças para ajudar o companheiro na briga pelo título.

Com apenas sete pontos de diferença para os líderes Allan Hellmeinster e Sérgio Laganá (164), Cordeiro espera alcançar bons resultados nos 3.058 metros do traçado paranaense. 

“Em Campo Grande, conseguimos reduzir consideravelmente a diferença para os líderes em uma pista que não é favorável ao nosso carro. Já nesta penúltima etapa, em uma pista que é favorável pra nós, teremos a chance de chegar em Interlagos na ponta e em uma boa posição para levarmos a taça de campeão. Estou muito satisfeito com o trabalho da nossa equipe. Isso tudo é fruto da dedicação e comprometimento que tivemos desde o início”, disse o piloto que, assim como a categoria, fará sua estreia no circuito.


Dividindo o comando do BMW M3, de número 12, com o vice-líder desde a segunda etapa (em Curitiba), Genz analisa as possibilidades para dar suporte na conquista do título inédito do companheiro. 

“Em Cascavel não vamos sofrer com os problemas de pneus, o asfalto é mais novo, então acredito que vamos andar melhor. E como as características lá são mais de acordo com os nossos carros, esperamos por um bom resultado. Vamos trabalhar pensando em ganhar o campeonato, ainda mais depois da etapa de Campo Grande, quando conseguimos diminuir bem a diferença dos líderes. Agora o Léo está na luta direta pelo título”, disse o gaúcho que aparece em sétimo na classificação, com 122 pontos.

O conterrâneo Matheus Stumpf enfatiza o bom trabalho da equipe com os acertos do carro e a importância dos treinos extras de quinta-feira (29) para poder acelerar nas sete curvas do traçado - também considerado de alta velocidade. 

“Na última etapa, tivemos um problema elétrico, mas a equipe já encontrou a solução e vamos estar com um carro bem evoluído a tempo de realizar as duas sessões de treinos extras. Estou sempre otimista, pois sei do potencial da equipe e dos carros. Cascavel vai ser um desafio pra todos, até pra mim que não conheço a pista”, revelou o bicampeão da GT3, que faz dupla com Patrick Gonçalves nesta temporada.


A bordo do BMW M3, de número 11, Stumpf e Gonçalves acumulam 131 pontos, na quinta posição e, para o piloto baiano, a intenção é aumentar esta somatória. 

“Para esta corrida - com um intervalo curto entre as etapas, a equipe teve muito trabalho, mas colocou o carro de novo em condições de competição. O que interessa pra gente é a vitória e é importante que o carro esteja em condições para que isso aconteça. O nosso trabalho agora é estar focado para atingir este objetivo. Então vamos com tudo porque se depender de mim e do Matheus, o bicho vai pegar!”, finalizou Patrick.

A programação terá início nesta quinta-feira (29/11), a partir das 13,30h com duas sessões de treinos extras para reconhecimento da pista. Na sexta-feira (30), a partir das 12,40h começam os treinos livres. No sábado (1º de dezembro), haverá os classificatórios e a disputa da 1ª corrida às 15,43h. No domingo (2), a 2ª prova terá sua largada às 12,30h e será transmitida ao vivo pela Rede TV e SporTV.

O BMW Team Brasil tem o patrocínio do Banco BMG e BMW, co-patrocínio das empresas Eurobike, Lenovo e Ser Glass e os apoios: Beta Ferramentas, Salsa Mobion, AutoNeg e Corsa.

Para mais informações sobre o BMW Team Brasil acesse:
www.bmwteambrasil.com.br
Facebook: facebook.com/bmwteambrasil
Twitter: twitter.com/bmwteambrasil

Classificação da GT4

1 - Sérgio Laganá/Alan Hellmeister - Aston Martin Vantage - 164 pontos
2 - Leonardo Cordeiro - BMW M3 - 157 
3 - Eduardo Oliveira/William Freire - Ferrari Challenge - 142
4 - Valter Rossete/Fabio Greco - Ferrari F430 Challenge - 135
5 - Matheus Stumpf/Patrick Gonçalves - BMW M3 - 131 
6 - Valter Pinheiro/Leo Burti - Lotus Evora - 130
7 - Vitor Genz - BMW M3 - 122 
8 - Ricardo Ricca/Cassio H. de Mello - Porsche 997 Cup GT4 - 21
9 - William Starostik - BMW M3 - 20
10 - Marçal Melo/João Gonçalves - Ginetta G50 – 13

Programação Etapa Cascavel (PR):
Quinta-feira, 29 de novembro
13:30 às 15:00 Treino Extra 1
16:10 às 17:40 Treino Extra 2

Sexta- feira, 30 de novembro 
12:40 às 13:40 Treino Livre 1 - Todos
15:40 às 16:40 Treino Livre 2 - GT4 e GT Premium
16:45 às 17:45 Treino Livre 2 - GT3

Sábado, 1º de dezembro
09:05 às 09:35 Classificação 1ª Corrida GT4/GT Premium
09:40 às 10:10 Classificação 1ª Corrida GT3
10:20 às 10:50 Classificação 2ª Corrida GT4 e GT Premium
10:55 às 11:25 Classificação 2ª Corrida GT3
15:43 às 16:33 1ª Corrida

Domingo, 2 de dezembro 
12:30 às 13:20 2ª Corrida

Autódromo Internacional de Cascavel
Rodovia Br 227 – Km 392
Cascavel – PR.


VOLVO INAUGURA EM CURITIBA A PRIMEIRA CONCESSIONÁRIA EXCLUSIVA DE ÔNIBUS DO BRASIL


A Nórdica, concessionária Volvo, de Curitiba (PR) está inaugurando a primeira loja exclusiva de venda de ônibus do País, para atender ao aumento da demanda por serviços de ônibus na capital e no interior.

“Garantir um atendimento de alta qualidade aos nossos clientes é prioridade da Volvo. Estamos reforçando nosso compromisso de oferecer soluções completas e diferenciadas aos empresários de transporte de passageiros”, afirma Luis Carlos Pimenta, presidente da Volvo Bus Latin America.

A frota de ônibus da marca na região cresceu significativamente nos últimos anos. Além disso, houve a incorporação dos ônibus híbridos ao sistema de transporte urbano de Curitiba em outubro deste ano. 

“Acreditamos que era o momento de termos uma casa 100% dedicada a ônibus. Com o aumento do volume de negócios, há a necessidade de investir em serviços de pós-venda para continuarmos oferecendo conforto, agilidade e qualidade no atendimento aos nossos clientes”, diz Paulo Roberto Pizani, diretor do Grupo Nórdica.

A Nórdica Ônibus tem 3.400 m² de área construída e 28.000 m² de área para manobra e estacionamento. O espaço conta com 11 estações de trabalho com 40 metros de comprimento cada e capacidade para atender até 33 veículos simultaneamente. 

As oficinas são modernas e equipadas com um conjunto de elevadores para suspender ônibus, inclusive articulados e biarticulados, o que oferece melhor visualização da parte mecânica do chassi e melhor ergonomia para o trabalho. Outro diferencial é uma oficina exclusiva para os ônibus híbridos.

A nova casa possui uma equipe de 26 funcionários, sendo que 14 são técnicos (mecânicos, eletricistas e mecatrônicos), para atender tanto aos clientes de Curitiba e região quanto os veículos de clientes de outros estados que estejam de passagem pela cidade. 


Para os serviços e demandas de média complexidade, a Nórdica mantém ainda três oficinas móveis, o Nórdica Express, que vai até a garagem dos clientes. A nova concessionária fica na Rua Mário Dymas, 801, no Contorno Sul, no KM 598 da BR 376.

Rede Volvo
“Com o lançamento de novos modelos, como o chassi com motor dianteiro e o híbrido, e o aumento do volume de vendas, a tendência é termos outras casas exclusivas para ônibus em outras regiões do País, onde a frota de veículos da marca é maior”, explica Carlos Pacheco, diretor de desenvolvimento de concessionárias da Volvo.

A Volvo possui o maior portfólio de chassis do mercado brasileiro, com oito modelos urbanos e seis rodoviários. A marca investe constantemente em produtos e soluções de transporte para suprir às diferentes necessidades de seus clientes, além de prestrar atendimento rápido e eficiente.

A rede de concessionários da marca tem profissionais exclusivos para atender as empresas de transporte de passageiros. Na rede Volvo, existe a figura do Mr. Bus, um profissional dedicado aos clientes de ônibus. Este profissional é especializado e interage com todas as áreas da empresa para oferecer um atendimento eficiente e ágil.

Outro exemplo, é o projeto Concessionária Linha Azul, disponível nas casas de regiões de maior circulação de ônibus Volvo. Nos concessionários Linha Azul, o operador de transporte recebe atendimento preferencial e conta com toda a infraestrutura necessária para atender suas demandas.

DELEGAÇÃO DO RIO DE JANEIRO QUE COMPETIRÁ NA COPA DAS FEDERAÇÕES DE KART, DE AMANHÃ A SÁBADO, NO KARTÓDROMO DE VESPASIANO, TERÁ 10 PILOTOS



Uma delegação com 10 pilotos representará o Rio de Janeiro na Copa das Federações de Kart, que acontece nesta semana, no kartódromo da RBC, em Vespasiano, Minas Gerais.

As atividades de pista deste evento que reúne os campeões e vice dos Estaduais de cada categoria da modalidade começam nesta quarta-feira (28/11), com o sorteio dos motores e os primeiros treinos livres. Os campeões serão conhecidos no sábado.

Os representantes do Rio inscritos na competição são: Júlia Jokinen, na Mirim; Miguel Piersanti e Lucas Carvalho, na Cadete; Fernando Stocco e João Gomes do Nascimento Neto, na Júnior; Leonardo Mendonça e Rubem Barros, na Novatos; Rodiney Santana, na Sênior, e Timo Jokinen, na Super Sênior.


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

SEBASTIEN VETTEL CONQUISTA PELA TERCEIRA VEZ CONSECUTIVA O CAMPEONATO DE F1, DEFINIDO NO AUTÓDROMO DE INTERLAGOS




Garra e determinação levaram Sebastian Vettel à sexta colocação no emocionante Grande Prêmio do Brasil e também à conquista do título do Campeonato Mundial de Pilotos de 2012.

Este é o terceiro título consecutivo conquistado por Vettel e ele aconteceu apenas uma semana após a Red Bull Racing Renault ter garantido o título do Campeonato Mundial de Construtores na corrida anterior, em Austin, nos EUA.

Os motores Renault RS27, fornecido pela Renault Sport F1 – divisão esportiva da Renault na F1 como fornecedora de motores e tecnologia – impulsaram Vettel à conquista do tricampeonato e na maioria das 26 vitórias e 36 pole positions de sua carreira.

O título de Vettel é a 10ª conquista de um piloto guiando um carro equipado por um motor Renault. Oito outros pilotos ganharam o título com uma equipe parceria Renault: 1992, com Nigel Mansell (Williams), Alain Prost (1993, Williams), Michael Schumacher (1995, Benetton), Damon Hill (1996, Williams), Jacques Villeneuve (1997, Williams) e Fernando Alonso (2005 e 2006, Renault). Vettel venceu em 2010, 2011 e agora em 2012, com a Red Bull Racing.

Kimi Raikkonen (equipe Lotus Renault) cruzou a linha de chegada do GP do Brasil na 10ª colocação, terminando em terceiro o Mundial de Pilotos, o que faz dele o único piloto a completar todas as corridas desta temporada. Seu companheiro de equipe, Romain Grosjean, não terminou a prova, mas encerra esta temporada em oitavo no Campeonato de Pilotos. 


A equipe Lotus Renault garantiu a quarta colocação na classificação do Mundial de Construtores, com 303 pontos (uma vitória e nove pódios).
Apesar do choque que tirou Bruno Senna, Vettel fez uma corrida de recuperação e chegou em sexto lugar para vencer pela terceira vez campeão mundial de F1
Os dois pilotos da equipe Williams Renault, Pastor Maldonado e Bruno Senna, abandonaram o GP do Brasil. Porém, com uma vitória e 76 pontos, a equipe terminou o Mundial de Construtores na 8ª colocação, neste que é o primeiro ano da nova fase da parceria Williams-Renault. Pastor Maldonado somou 45 pontos, conseguindo o 15º lugar no campeonato de pilotos, e Bruno Senna ficou em 16º, com 31 pontos.

A última corrida da temporada também foi positiva para a equipe Caterham Renault, com Vitaly Petrov terminando na 11ª posição, levando a equipe anglo-malaia a terminar este temporada, pelo segundo ano consecutivo, em 10º lugar no campeonato de construtores. Petrov terminou em 19º na classificação geral de pilotos e Heikki Kovalainen ficou em 22º.

O diretor-geral da Renault Sport F1, Jean-François Caubet, comentou: “gostaria de parabenizar Vettel por sua fantástica atuação neste GP do Brasil e pelo seu terceiro título consecutivo. Temos orgulho de testemunhar mais um título de um piloto guiando um carro equipado por um motor Renault e, é claro, de nossos parceiros da Red Bull Racing. Também gostaríamos de estender nossos cumprimentos aos nossos parceiros das equipes Lotus, Williams e Caterham. Somando os resultados conquistados pelos nossos quatro parceiros, fechamos o ano com nove vitórias e um total de 839 pontos. E na última volta terminamos com quatro equipes entre os dez melhores no Campeonato Mundial de Construtores. Estamos muito felizes com este resultado geral, ao mesmo tempo em que nos tornamos tricampeões. Foi um ano difícil, mas que produziu resultados excepcionais”.



domingo, 25 de novembro de 2012

AS HISTÓRIAS DE UM TAXISTA QUE CIRCULA PELAS RUAS DO RIO DE JANEIRO HÁ MAIS DE 20 ANOS SÃO INÚMERAS. ALGUMAS BIZARRAS, OUTRAS ENGRAÇADAS, MAS HÁ AS DESESPERANTES E ALGUMAS GRAVES E PERIGOSAS. O TAXISTA PAULO CÉSAR MARTINS DA COSTA DECIDIU COMPILAR TODAS NO LIVRO "20 ANOS DE PRAÇA - CRÔNICAS DE UM TAXISTA"


"20 anos de praça - crônicas de um taxista", é o título do livro nascido de histórias vividas por Paulo César Martins da Costa, pilotando um táxi pelas ruas do Rio de Janeiro. 

Paulo César decidiu tornar públicas as histórias, peripécias, umas engraçadas, outras perigosas, e não faltaram as tristes, algumas contadas por gente desesperada e aquelas alegres. 

"Vivi tudo isso transportando gente de todas as classes sociais e credos com quem aprendi muito, mas, essencialmente, que um táxi é uma escola sem igual", sentenciou.

O livro revela o cotidiano sempre diferente do motorista de táxi e o autor confessa que é difícil compreender o comportamento do ser humano que tem reações das mais diversas e agem como se vivessem sós no planeta.

Ele lembra que há passageiros que colocam o guarda-chuva, às vezes, encharcado sobre o banco e quando o próximo passageiro entra no carro e depara-se com o banco molhado, e pergunta: "Como vou me sentar com o banco deste jeito?"

Outros querem fumar dentro do táxi, mesmo vendo que há adesivos avisando que não se deve fumar no carro, pois, outros passageiros sentem-se incomodados com o cheiro  do cigarro que fica impregnado.

O autor conta no livro a história de um passageiro, empresário de São Paulo, que o mandou parar numa avenida carioca e o contratou para circular pela cidade nos lugares onde tinha assuntos para resolver.

"Ele contou-me que seu carro enguiçara perto onde embarcou e chamara um reboque que levou o veículo para a oficina. Carregava uma maleta tipo 007, contendo R$ 350 mil, que disse ía deixar no táxi quando saísse para resolver seus assuntos", lembrou.

O motorista-escritor disse que "depois de rodarmos bastante, o empresário achou que estava gastando dinheiro demais em táxi e que era melhor passar numa agência e comprar um carro". 

É claro, confessou, que considerei que ele estava brincando e perguntei: E o que o senhor vai fazer com esse carro quando o seu ficar pronto? Ah!, vou deixar esse carro na garagem do hotel para quando voltar ao Rio. Fiquei estarrecido com a resposta, e pensei sorrindo "quem pode pode".

"20 anos de praça - crônicas de um taxista" foi lançado pela Editora Quartet, que tem sede na Rua São Francisco Xavier, 524 - térreo. Telefones: 21-2516-5353. 
E-mail: glaucio@quartet.com.br
Site: www. quartet.com.br

Para contatar com o autor: pcm.costa@hotmail.com


UM CARRO COM PORTA-LUVAS-GELADEIRA E UMA GAVETA PARA GUARDAR O LAP TOP, OU A BOLSA, SÃO NOVIDADES QUE A FORD OFERECE NO NOVO ECOSPORT. O CARRO VEM DE SÉRIE COM MAIS EQUIPAMENTOS DO QUE A VERSÃO ANTERIOR, INCLUINDO FREIOS ABS E AIR BAGS. TRAZ MOTORES 1.6 E 2.0 E VERSÕES 4 X 2 E 4 X 4, FLEX, COM MAIOR DESEMPENHO E MENOR CONSUMO DE COMBUSTÍVEL. O MAIS BARATO CUSTA R$ 53.490 E O MAIS CARO R$ 70.190


A Ford foi muito feliz ao decidir criar de fato um novo EcoSport que direcionou a um público triplo: à família, à mulher e pelo desempenho aos homens. A ideia da geladeirinha no porta-luvas foi genial... mas só vale gelar refrigerantes. Se dirigir não beba, nunca.

Um carro com porta-luvas-geladeira é uma novidade do mercado automotivo e resultado, sem dúvida, do toque feminino dado ao Novo EcoSport pela supervisora de Design da Ford América do Sul, Adília Afonso. Ela acha, muito acertadamente, que o carro tem de ser pensado como uma extensão de casa. 



Adília Afonso não ficou no detalhe do porta-luvas, ainda criou uma gaveta, sob o banco do carona, para guardar a bolsa ou o lap top.


O corte realizado mostra o cuidado com que o EcoSport foi fabricado.
Não testei ainda o novo EcoSport, mas, no Salão do Automóvel de São Paulo, pude ver e fotografar o carro  em suas entranhas, para apresentar aos leitores do Blog. 


A Ford com recortes na carroceria mostrou como é feito o seu novo utilitário esportivo, mais moderno, com um porte mais poderoso e com mais equipamentos de segurança, do que a versão anterior, e motores Sigma 1.6 e o Duratec 2.0, ambos Flex. 


"A cor tem de transformar aquele ambiente em algo aconchegante, o tecido tem de ser agradável. O toque, o desenho, os detalhes, tudo isso contribui para trazer tranquilidade e harmonia para o interior", comentou.

O novo EcoSport traz uma boa solução para atender a mulheres e a famílias: além, do porta-luvas-geladeira, tem 20 porta-objetos na cabine que permitem acomodar pertences de diferentes tamanhos. 

E ainda um compartimento sob o banco do passageiro dianteiro em forma de gaveta para guardar uma bolsa ou um lap top. 

O sistema de ar-condicionado tem alta capacidade e funcionamento silencioso.


Porta-luvas-geladeira

O porta-luvas, climatizado, existente nas várias versões do veículo, além de sua utilidade normal, pode gelar até seis latas. E tem um excelente espaço para guardar objetos.

No console central, uma tomada de 12 volts garante a bateria do celular carregada e a ligação de aparelhos. Duas entradas USB, uma na frente e outra na traseira, permitem a conexão de equipamentos eletrônicos.

Especialista em ambientação de interior, Adília Afonso, uma das raras representantes femininas nessa área automobilística, conta os “segredos” do Novo EcoSport no vídeo:
http://youtu.be/vy8qOBluWR4.




Elegante e esportivo

O Novo EcoSport tem um design elegante e esportivo, com linhas modernas. A grade dianteira de desenho octogonal identifica a nova geração de veículos Ford. Os faróis, de grande eficiência luminosa, incluem iluminação LED. 

Os arcos das rodas salientes reforçam a sua postura dinâmica, emoldurando as rodas de 15 ou 16 polegadas. 


O estepe fixado na tampa do porta-malas foi mantido como “marca registrada” do modelo. Para abri-la, basta acionar uma pequena maçaneta embutida na lanterna direita.


A carroceria oferece oito opções de cores modernas: branco Ártico, preto Ebony, vermelho Arpoador, prata Enseada, cinza Camburi, prata Riviera, azul Maraú e a nova laranja Savana (foto acima).

Conforto e tecnologia


O interior do Novo EcoSport é funcional. O painel traz dois mostradores redondos, A iluminados na cor azul "Ice Blue" que favorece a visibilidade e o conforto, e entradas de ar verticais. O sistema multimídia SYNC, de série, tem uma tela de 3,5 polegadas, no centro do painel

O sistema permite ao motorista controlar diversas funções por comando de voz, como fazer e atender chamadas no celular e selecionar músicas sem precisar tirar as mãos do volante. 


Os bancos dianteiros têm formato envolvente e confortável, com ajustes milimétricos. O apoio de braço dianteiro entre os bancos que guarda um air bag - destinado a evitar o choque entre os passageiros da frente - é outro detalhe só encontrado em automóveis de luxo.


Na parte de trás, os assentos são confortáveis, com encostos de cabeça e cintos de três pontos para todos os ocupantes. A inclinação do encosto em quatro estágios aumenta o conforto, principalmente em viagens.


Para o transporte de bagagem, o porta-malas de 362 litros pode ser ampliado para 705 litros com o banco traseiro rebatido, total ou parcialmente, acomodando objetos grandes.

Motores Sigma e Duratec Flex


O Novo EcoSport conta com dois motores fortes e avançados, produzidos com bloco, cabeçote, cárter e mancais de alumínio e equipados com transmissão manual IB5 Plus: o Sigma 1.6 Flex e o Duratec 2.0 Flex.

O motor Sigma 1.6 Flex tem potência de 115/110 cv e torque de 156/154 Nm com etanol e gasolina. Faz de 0 a 100 km/h em 12,4 segundos com etanol e 12,5 segundos com gasolina, "números à frente de todos competidores", de acordo com a Ford, e tem velocidade máxima de 180 km/h limitada eletronicamente.

Ele também alcança, de acordo com os dados da Ford, os melhores índices de economia de combustível, com classificação A em consumo e emissões de CO2, conforme o novo padrão do Inmetro.

O painel de instrumentos é de leitura fácil
O motor Duratec 2.0 Flex é opção na versão FreeStyle e de série na Titanium. Tem potência de 147/141 cv e torque de 193/186 Nm com etanol e gasolina. Faz de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos com etanol e 10,8 segundos com gasolina. Tem também o melhor índice de economia e baixíssima emissão de CO2 na categoria. 

Aerodinâmico e eficiente 
A Ford garante que o Novo EcoSport tem um bom nível de silêncio interno, "resultado de um trabalho apurado de desenvolvimento em túnel de vento que garante uma excepcional eficiência aerodinâmica, reduzindo ao máximo a resistência do ar e o peso da carroceria para economizar combustível e reduzir o ruído de vento".

Alguns detalhes que contribuem para isso são o uso de defletores de ar no para-choque dianteiro, no capô, nos pneus traseiros, na coluna e nas lanternas traseiras, o grande ângulo de inclinação da coluna A, as saias laterais e o teto em forma de aerofólio na traseira.

O Novo EcoSport também é o único da categoria com direção elétrica, que contribui para sua dirigibilidade diferenciada e economia de combustível. 

Produzido com a nova plataforma global da marca para os veículos do segmento B, o Novo EcoSport é maior que a geração anterior tanto na altura como no entre-eixos, aumentando o conforto na cabine.  

A sua altura do solo de 20 cm facilita transpor valetas e outros obstáculos na pista e coloca o motorista em posição de comando. A sua capacidade de transpor áreas alagadas de até 550 milímetros é, segundo a Ford, muito superior à dos concorrentes diretos.

Alto padrão de segurança 


Uma maior proteção dos passageiros em caso de acidente está assegurada pelo conjunto de air bags.
O Novo EcoSport é um dos carros mais seguros do mercado. Ele oferece um novo nível de inteligência para a proteção dos ocupantes, com um pacote de segurança passiva e ativa encontrado somente em veículos de categoria superior.

Sua carroceria combina materiais especiais, como aços de alta resistência, ultra-alta resistência e boro em áreas chaves, com zonas de deformação programada. 


Coluna de direção e painéis de portas com sistema de absorção de impacto, cintos de segurança com pré-tensionador e airbags dianteiros são itens de série. Airbags laterais e de cortina são opcionais que ampliam esse conjunto abrangente de segurança. 

Na parte de segurança ativa, o Novo EcoSport vem com freios ABS de série e recursos avançados que o colocam um passo à frente no que se refere à estabilidade e controle.

Assistência ao motorista 
O Novo EcoSport conta com uma gama inovadora de equipamentos de assistência ao motorista que ajudam a manter o domínio do veículo em diferentes situações.

A direção elétrica, única na categoria, regula o esforço de acordo com a velocidade e conta com outras duas funções inteligentes. 


A compensação de deriva (PDC) detecta irregularidades no piso e compensa pequenas variações, enquanto o sistema de cancelamento de vibrações (ANC), com sensor na coluna, também filtra as oscilações. 

Juntos, eles tornam a direção mais agradável, sem tirar a conectividade do motorista com a pista.

O utilitário esportivo conta também com o sistema AdvanceTrac, que inclui freios ABS, controle eletrônico de estabilidade e controle de tração, além de assistente de partida em rampa e assistência e luz de alerta em frenagem de emergência. 


Versões e equipamentos

Para atender diferentes perfis de clientes, o Novo EcoSport conta as versões S, SE, FreeStyle, com motor 1.6 16V, e FreeStyle e Titanium com motor 2.0 16V.

A versão S vem com direção elétrica, faróis com LEDs, ar-condicionado, vidros dianteiros, travas e espelhos elétricos, freios ABS, airbag duplo e sistema multimídia SYNC, por R$ 53.490. A versão SE acrescenta vidros elétricos traseiros, faróis de neblina, rack de teto e rodas estilizadas, por R$ 56.490.

A versão FreeStyle vem com itens de visual diferenciado, incluindo rodas de liga leve de 16 polegadas, e um pacote de tecnologia composto por: computador de bordo, sensor de estacionamento, vidros elétricos com acionamento a um toque e sensor anti-esmagamento, fechamento global, assistente de partida em rampa, controle eletrônico de estabilidade e controle de tração, com preço de R$ 59.990. Com a opção de airbags laterais e de cortina e bancos de couro, fica em R$ 63.690.

Para incluir o motor 2.0 nessa versão, a diferença é de R$ 2.500. O Novo EcoSport FreeStyle 2.0 sai por R$ 66.190.
O topo de linha Titanium, disponível somente com motor 2.0, vem com os seguintes itens adicionais: grade cromada, rodas exclusivas de liga leve de 16 polegadas, bancos de couro, airbags laterais e de cortina, ar-condicionado digital, sistema de acesso inteligente e partida sem chave, sensor de chuva, faróis com acendimento automático e retrovisor eletrocrômico, por R$ 70.190.