sexta-feira, 30 de julho de 2021

E o futuro nunca mais foi o mesmo! • Com a chegada do Traction Avant, a Citroën rescreveu a história do automóvel. E foi a primeira vez, de muitas outras • Em 1934 nascia a tradicional configuração de milhões de automóveis atuais: estrutura monobloco com tração dianteira • Carro mais significante e revolucionário de seu tempo, o Citroën Traction Avant é um marco no mundo motorizado



1953

 A Citroën é dona das mais ricas e deliciosas histórias no mundo do automóvel. Invenções, novas tecnologias, carros à frente de seu tempo, peças publicitárias marcantes, até o seu próprio logotipo... Independente da época, a tradicional marca francesa definitivamente se fez presente. E essa riqueza histórica muitas vezes mudou a própria história. 

Hoje os milhões de automóveis produzidos ao redor do mundo na configuração monobloco e tração dianteira tiveram suas origens, em escala produtiva, no modelo Traction Avant, até hoje um dos Citroën mais icônicos e desejados por entusiastas e colecionadores em todo o planeta que em Portugal era conhecido como arrastadeira.

1954

E contar essa história tão revolucionária permite criar laços com a sociedade automotiva, preservar valores e desafiar o futuro, como a Citroën já fez tão bem no passado. Nesse sentido, vamos relembrar um pouco dos modelos mais marcantes, as tecnologias mais inovadoras e, claro, as aventuras incomparáveis dessa Marca que tem o cliente como inspiração em tudo que realiza! Nada mais justo iniciarmos essa jornada com o Traction Avant.

A REVOLUÇÃO QUE MUDOU O PADRÃO DOS CARROS, PARA SEMPRE  

Carro mais significante e revolucionário de seu tempo, o Traction Avant foi um marco na história – tanto a da Citroën, quanto a do mundo. Concebido num tempo em que os conceitos automobilísticos se estabeleciam, o modelo mais ambicioso e fruto da imaginação de André Citroën veio e subverteu a realidade automotiva. Tanto por isso, foi amado por políticos, artistas, poetas e empresários durante seus 23 anos de vida. 

Apresentado em abril e lançado em maio de 1934, antecipou o padrão motriz dos carros do futuro ao unir tração dianteira e carroceria monobloco e levar a combinação à larga escala. Desenvolvido por André Lefèbvre e Maurice Sainturat em apenas 18 meses, resumiu as aspirações de uma elite intelectual como nenhum automóvel de sua era. Sofisticado, audacioso, elegante, transgressor e prolífico, também era um fiel e impecável tradutor do etos da Citroën, oxigenada desde o nascimento pelo desafio ao impossível. 

Equipada com um motor de 1.303 cm3 e 32 cv, a versão 7A é uma das mais raras, pois soma 7.000 unidades fabricadas até julho de 1934. Depois vieram os modelos 7B (1.628 cm3 e 38 cv) e 7 Sport ( 1.910 cm3 e 48 cv). Os números se referiam ao sistema europeu de taxação de impostos, baseado na dimensão dos cilindros. Era possível escolher entre as carrocerias Berline (sedã), Faux Cabriolet (conversível) e Roadster (conversível de dois lugares). 

Cabriolet 1938

Em 1938 chegava a versão 15-Six G, dotada de motor seis-cilindros de 2.867 cm³ e 77 cv e suspensão hidropneumática, que misturava gás e fluído. Não surpreende o apelido “Queen of the Road”, a rainha da estrada, cuja missão é entregar não apenas vanguardismo e imponência aos olhos, mas também conforto e impavidez no rodar. A troca das três marchas do câmbio manual eram um balé, tal a vivacidade do movimento da mão direita. 

O mais popular sem dúvida fora o 11. Das 759.123 unidades produzidas do Traction Avant, mais de 620 mil foram deste modelo, destacado pelas configurações Familiale, de nove lugares, e Coupé, de cinco postos. 

Largo, o Traction Avant exigia perícia nas estreitas ruas europeias pré-guerra. A suspensão independente com barra de torção e o moderno sistema de direção recompensavam o desafio com um guiar vívido e inspirador. Mas, também sabia ser gentil: para facilitar a vida dos mecânicos, motor, câmbio, radiador, e suspensão dianteira eram acessíveis por um capô na longitudinal. 

Desenhado por um escultor que jamais desenhara um carro, talvez por isso mesmo Flaminio Bertoni tenha sido a escolha perfeita para materializar a criatura vislumbrada por Citroën. Havia também a obsessão por forma e função, materializada nas maçanetas Art Deco, belas e práticas. 

1953

André Citroën e Traction Avant, contudo, conviveram por pouco tempo, pois o fundador da marca faleceu em 1935, mas o DNA da Citroën, contudo, já estava definido. Em julho de 1957, após 23 anos, o Traction Avant se aposentava.

Quer saber mais sobre a história da Citroën? Conheça o website “Citroën Origins” 

Para uma verdadeira imersão automobilística, com direito a informações técnicas, propagandas antigas, inovações e até mesmo o som dos motores e buzinas dos principais modelos que a Citroën produziu nos últimos 102 anos, acesse o website “Citroën Origins” e viaje ao longo da história. 

1955

Desde 1919, a Citroën desenvolve automóveis, tecnologias e soluções de mobilidade para responder às mudanças da sociedade. Marca de ousadia e inovação, a Citroën coloca a serenidade e o bem-estar no centro da experiência do cliente e oferece uma vasta gama de modelos, desde o Ami - um objeto de mobilidade elétrica pensado para a cidade -, até sedans, SUVs e veículos comerciais leves, a maioria deles disponível com motorizações híbridas ou elétricas. Marca pioneira em serviços e na atenção dispensada aos seus clientes particulares e profissionais, a Citroën está presente em 101 países e possui uma rede de 6.200 pontos de venda e serviços em todo o mundo. 

quinta-feira, 29 de julho de 2021

VW América Latina apresenta ótimos resultados no 1º semestre de 2021. • Região alcançou 4,72% de participação de mercado, batendo recorde para este período. • As vendas e o número de carros produzidos para a região LAM, que inclui mais de 30 países latino-americanos (excluindo Argentina, Brasil e México), dobraram. • O e-up! foi apresentado no Uruguai, o primeiro veículo 100% elétrico da região. • Os lançamentos de Nivus, Taos, Teramont, Polo e Virtus GTS e T-Cross TSI em diferentes países da região ajudaram a alcançar esses resultados.

 



General Pacheco – 29 de julho de 2021 - Volkswagen América Latina comemora ótimos resultados no primeiro semestre de 2021. A marca atingiu 4,72% de Market Share, sendo o maior desempenho histórico para este período (+0,57pp vs 2020), com excelente resultado especialmente nos mercados do Chile, Paraguai e Bolívia (+1pp vs 2020). Também houve aumento nas vendas de 265% em relação a 2020 (21.958 unidades) e crescimento de 210% na produção de veículos para a região (26.901 unidades).

Durante o primeiro semestre de 2021, a marca continuou desenvolvendo a estratégia Nova Volkswagen na região, com importantes lançamentos e ações que permitiram mais proximidade com os fãs da marca em diferentes partes da América Latina.

A Volkswagen apresentou o e-up! no Uruguai, o primeiro modelo 100% elétrico da região e um marco fundamental em relação à estratégia de eletrificação do Grupo na América Latina. A estratégia global da VW prevê a neutralidade de carbono até 2050 e a eletrificação é um dos pilares para alcançar esse objetivo. Da mesma forma, a ofensiva do SUV foi aprofundada com o lançamento do Nivus no Chile, Colômbia, Peru, América Central e Caribe; o VW Teramont em Honduras, Guatemala, Salvador e Panamá; a adição do T-Cross TSI e o lançamento regional dos Taos, o primeiro SUV produzido pela marca na Argentina para a região. Além disso, o Polo e o Virtus GTS foram lançados no Chile, com uma campanha digital de sucesso, ampliando assim sua gama de veículos em toda a região que inclui mais de 30 países na América do Sul, América Central e Caribe (exceto Brasil, Argentina e México).

A marca continua fazendo um ótimo trabalho no que diz respeito à digitalização e proximidade com seus clientes, com propostas de pós-venda atraentes para usuários da marca. Um exemplo claro disso foi a apresentação do desenvolvimento local Car Connect no Equador, uma plataforma completa que conecta o usuário com o carro por meio de um aplicativo de telefone.

"A América Latina é um mercado com grande potencial de crescimento, fundamental para a estratégia regional do Grupo Volkswagen. Esses resultados positivos que vemos hoje são sustentados por lançamentos locais, como Nivus, T-Cross e recentemente Taos, modelos desenvolvidos 100% por e para a região que aprofundam a ofensiva do SUV da marca globalmente. Além disso, ter apresentado o e-up! no Uruguai é um marco fundamental para a estratégia de eletrificação da região", disse Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

"Esses resultados demonstram o comprometimento e o trabalho de toda a equipe, com projeções favoráveis para o restante do ano. Estamos no caminho certo e continuaremos fortalecendo nossa estratégia Nova Volkswagen, com mais digitalização e foco sempre na proximidade do nosso cliente", disse Thomas Owsianski, Presidente e CEO do Grupo Volkswagen Argentina e vice-presidente de vendas e marketing da Volkswagen para a América do Sul.

Atualmente, a Volkswagen conta com uma rede de 27 importadores distribuídos em mais de 30 países da América do Sul, América Central e Caribe (exceto Brasil, Argentina e México), complementados por 168 pontos de venda e pós-venda.

Dessa forma, a Volkswagen renova seu compromisso com a região, bem como sua vocação para manter e consolidar sua forte presença nos países que a compõem. Tudo isso a partir de mais investimentos, uma rede de importadores profissionais, lançamentos e novidades, com inovação e tecnologia, para alcançar a mais alta qualidade de seus produtos, vendas e satisfação do cliente.


COLUNA FERNANDO CALMON



Coluna Fernando Calmon 


Nº 1.160 — 29/7/21

 



CARRO JÁ PODE MONITORAR

SAÚDE DO MOTORISTA

 


À medida que a idade média dos motoristas aumenta, a probabilidade de emergências ao volante devido a doenças avança. Pessoas com doenças pré-existentes não podem usar o carro ou só fazê-lo de forma limitada. A empresa de engenharia IAV e a Universidade de Oldenburg, ambas na Alemanha, desenvolveram um assistente digital que monitora o estado de saúde do motorista, detecta com precisão mudanças que vão desde falta de ar a ataque cardíaco e inicia automaticamente medidas de socorro em caso de emergência.

"Os sistemas existentes, como detecção de fadiga ou assistência de emergência, não sabem praticamente nada sobre o estado de saúde do motorista. Eles não intervêm ou o fazem tarde demais em emergências de saúde", disse Mark Busse, da IAV.

Chamado Car That Cares (em tradução livre, O Carro Que Cuida [de você]), consiste de uma cinta torácica certificada que detecta pulso e frequência respiratória, software com suporte de IA (Inteligência Artificial) incluído no veículo e uma infraestrutura de nuvem segura e inteligente.

Graças ao design modular também será possível integrar outros recursos de medição e sensores em um estágio posterior: por exemplo, determinar saturação de oxigênio e níveis de açúcar no sangue. A infraestrutura de dados segura pode ser projetada de forma flexível e, portanto, adaptada aos regulamentos de proteção de dados do respectivo país.

Na nuvem, a IA analisa os dados, cria um perfil digital do motorista e transmite valores limites relevantes para o veículo. Assim que o software detecta anomalias que comprometam saúde e segurança, ativa as funções de assistência e automação do veículo. Algoritmos de aprendizado de máquina são treinados para detectar variações, online e off-line, no estado de saúde do motorista. Incluem comprometimento de leve a grave e emergências, a exemplo de dificuldade respiratória, ataque cardíaco ou perda de consciência.

O sistema responde de forma consistente e ao mesmo tempo adequada à situação. Em dificuldade respiratória leve, por exemplo, avisa o motorista por meio da central de infotenimento. Se necessário, ativa o recurso de alerta de saída de faixa e reduz a velocidade.

Em emergências, como um ataque cardíaco ou perda de consciência, o veículo procura o acostamento da estrada e para em segurança, além de iniciar uma chamada de socorro médico e ambulância. O motorista tem opção de interromper as medidas a qualquer momento.

Nos testes iniciais em um automóvel foram feitas simulações com sucesso. O assistente de saúde precisa ser integrado durante a fase de desenvolvimento de novos modelos. Trata-se de um avanço para segurança de trânsito. Acontecem acidentes de alto potencial de gravidade quando o motorista passa mal ao volante e não há outra pessoa a bordo capaz de ajudar.

O Car That Cares pode ser instalado igualmente em caminhões e ônibus. Como estes pesam várias toneladas, o acidente pode atingir proporções bem maiores. Da mesma forma, gerencia os riscos até a parada completa do veículo.


ALTA RODA

SISTEMA Nacional de Alertas Rápidos de Recall estava obsoleto e foi inativado. Um novo está sendo criado pela Secretaria Nacional do Consumidor e a Universidade de Brasília que cuidará da prototipação. Anfavea participará do grupo de trabalho pois veículos automotores representam a maioria dos comunicados. Tudo estará centralizado numa base de dados com informações para consumidores e outros órgãos. Bom lembrar: quem não atender a um recall terá ressalva impressa na documentação do carro.

PROCURA por veículos para PcD (Pessoas com Deficiência) está em expansão depois do limite de preço para modelos elegíveis ter subido de R$ 70.000 para R$ 140.000. No entanto, falta muitas vezes o esclarecimento de que, no caso do IPI, a alíquota só estará zerada até 31 de dezembro deste ano. Para o desconto tornar-se permanente terá de haver nova negociação com o Governo Federal. Isso sem contar que os Estados não tomaram a mesma iniciativa em relação ao ICMS e o preço não caiu tudo que deveria.

NOVO VW Taos é próximo ao T-Cross por dividir o mesmo trem de força. Isso implica desempenho um pouco inferior, pois pesa 128 kg a mais. Porém posso classificá-lo como mais “adulto” por acomodar melhor cinco ocupantes e ter porta-malas maior (498 litros, sem o tampão interno). Sua suspensão traseira independente também é melhor, numa avaliação mais longa. Esse conjunto pede um tanque de combustível uns 5 litros maior para conveniência em viagens. Controle de cruzeiro adaptativo inclui a útil função para-e-anda.

BUGGIES ainda são indispensáveis nas areias e dunas das praias brasileiras, para fins turísticos. Fyber, do Ceará, já produziu cerca de 15.000 unidades desde 1983. A alemã Axxola decidiu investir R$ 30 milhões na empresa para construir uma fábrica definitiva em Paracuru (CE) e ampliar a produção para até 1.000 unidades/ano. A cidade ficou conhecida por ser uma das melhores para prática de kitesurf do mundo e atrai turistas de vários países.

____________________________________________________________________________________________

www.fernandocalmon.com.br



 

Baseado no Nivus, Volkswagen Taigo é apresentado na Alemanha. – Design do Taigo foi um trabalho conjunto dos irmãos José Carlos Pavone e Marco Pavone




Wolfsburg/São Bernando – A Volkswagen acaba de apresentar oficialmente o Taigo, o novo SUV cupê da marca, totalmente baseado no Nivus brasileiro. O Taigo será o primeiro modelo fabricado e comercializado no mercado europeu, após ter sido desenvolvido na região América do Sul. Com um detalhe: o design foi um trabalho conjunto dos irmãos José Carlos Pavone, chefe de design da Volkswagen SAM, e Marco Pavone, chefe de design exterior da Volkswagen na Alemanha.

“Nós queríamos fazer algo completamente diferente. Algo que nenhum competidor tivesse oferecido e que a Volkswagen não tivesse feito antes neste segmento”, revela José Carlos Pavone, chefe de design da Volkswagen SAM, que desde o início tinha a ideia de desenhar um produto com uma pegada cupê e ao mesmo tempo muito funcional. “Nos inspiramos nos SUVs de segmentos superiores. E estabelecemos uma ‘democratização’ desta silhueta (cupê) em um segmento um pouco mais compacto”, completa o executivo.

Irmão gêmeo do José Carlos, o designer Marco Pavone, chefe de design exterior da Volkswagen na Alemanha, trabalha em conjunto com todos os centros de design da VW no mundo. E com o Taigo não seria diferente: “Lembro da linha da coluna C, que foi prolongada por todo o contorno da traseira, dando um toque mais fluido, ousado e preciso “.

O Taigo traz o design exclusivo do Nivus, muito elogiado pela imprensa especializada em todo o mundo. Com linhas marcantes e robustas, que transmitem forte apelo emocional, o modelo se destaca pela arrojada silhueta cupê, que agrega uma esportividade única em sua categoria. Aliás, o Taigo será o primeiro veículo da Volkswagen na Europa com este tipo de carroceria no segmento A0 SUV, mostrando que inovar está no DNA da Volkswagen em todos os mercados!

O estilo singular do Taigo fica completo com as belas rodas de liga leve e a iluminação 100% em LED, que refinam a personalidade do novo ‘caçula’ da Volkswagen.

Produzido na moderna fábrica da Volkswagen em Pamplona, na Espanha, o Taigo utiliza a Estratégia Modular MQB, garantindo os mais avançados processos de produção do grupo em todo o mundo. Esta plataforma também assegura elevado nível de segurança e conforto aos passageiros.

E por falar em plataforma, as medidas do Taigo são idênticas às do Nivus, proporcionando agradável espaço interno aos ocupantes. O modelo tem 4.266 milímetros de comprimento, sendo 2.566 milímetros de distância entre os eixos; 1.494 milímetros de altura e 1.757 milímetros de largura. Já o porta-malas é referência em capacidade, com 415 litros.



Com relação a equipamentos de conforto e segurança, o Taigo segue a linha do Nivus, oferecendo muitos itens, todos atrelados a tecnologias de última geração. Alguns bons exemplos são ACC (Controle Adaptativo de Cruzeiro), AEB (Frenagem Autônoma de Emergência), Post-Collision Brake, Alerta de Fadiga, sistema Kessy, ESC (controle de estabilidade), ASR (controle de tração), XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial), entre muitos outros.

Na Europa, o Taigo também utilizará motores com a tecnologia TSI, assim como o Nivus nos países da América Latina. Desta maneira, o crossover cupê garante performance e eficiência com muita confiabilidade, proporcionando uma condução extremamente agradável e divertida.



Em pouco mais de um ano desde seu lançamento 100% virtual, o Nivus conquistou mais de 10 prêmios no Brasil e na América do Sul. Entre eles, o mais relevante: ‘Carro do Ano 2021’, organizado pela Revista Autoesporte. Então, se o Taigo seguir os mesmos passos do ‘irmão’, também será um grande sucesso na Europa.

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Fiat apresenta interior do novo SUV Pulse • Teaser da marca dá mais detalhes da cabine de um dos lançamentos mais aguardados do ano. Assista o vídeo

 


ASSISTA O VÍDEO 

https://youtu.be/8nzNRQwoTbs

Após apresentar o design surpreendente de seu novo SUV e engajar milhares de pessoas que ajudaram a escolher o nome Pulse, a Fiat revela imagens em foto e vídeo do interior de um dos lançamentos mais aguardados do mercado brasileiro.

A personalidade própria do SUV encontrada do lado de fora agora é evidenciada também por meio do acabamento da cabine e na oferta de equipamentos.



Com um interior único dentro da gama Fiat, o Pulse apresenta um novo volante multifuncional esportivo com base achatada e detalhes cromados, que estampa o Logo Script ao centro, além do revestimento em couro com costura aparente.

“De forma inédita na gama Fiat, os acabamentos internos do Pulse que foram desenvolvidos garantem um ambiente moderno e de conforto para os ocupantes. Trouxemos novas tecnologias que ajudam a diferenciar as superfícies, como texturas a laser e tecidos exclusivos, além de pinturas e acabamentos especiais”, afirmou Isabella Vianna, gerente de Cores e Materiais, Mopar, Graphic e Realidade Virtual do Design Center América do Sul.



O SUV também contará com cluster digital de 7” colorido e personalizável. Partida remota, ar-condicionado automático digital e central multimídia flutuante de 10,1” na horizontal, em posição voltada ao motorista, é outro equipamento de última geração que oferecerá ao consumidor o Fiat Connect////Me, a plataforma de serviços conectados mais moderna da categoria.

Em breve, novos conteúdos serão informados daquele que promete ser a mais nova referência no segmento.



domingo, 25 de julho de 2021

Com o investimento de R$ 10 bilhões, a Chevrolet lança até o final do ano quatro novos modelos, um por mês a partir de setembro, através de uma web série nas próximas semanas

 



São Caetano do Sul – Depois de comunicar a retomada dos investimentos de R$ 10 bilhões no país e de confirmar o desenvolvimento da futura geração da picape Montana, a GM vai revelar os quatro próximos produtos Chevrolet que lançará até o fim deste ano no Brasil.

“A Chevrolet está preparando uma grande ofensiva no segundo semestre, que inclui novidades nos mais estratégicos e promissores segmentos do mercado. Vamos ter uma novidade por mês a partir de setembro”, diz Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

Os produtos serão anunciados um a um através de websérie promovida pela marca a partir da próxima semana. A sequência de divulgação dos vídeos não corresponde necessariamente a ordem da chegada dos modelos às concessionárias.

As novidades focam públicos com necessidades e anseios distintos e vão inovar também ao incorporar tecnologias inéditas para a marca, reforçando o portfólio vencedor da Chevrolet no País.

SM Kart Competition: Otazú vence e assume liderança do campeonato Alberto Otazú venceu duas das quatro etapas

 


Alberto Otazú (Cardoso Funilaria e Pintura/Bianchi Automóveis/AVSP/No Fire Services/Rolley Ball/Speed Truck/Imab Metalúrgica/Concept Kart) alcançou o sucesso em mais uma prova do SM Kart Competition. No último fim de semana (24/7) ele largou da pole position da categoria Graduados e venceu de ponta a ponta a quarta etapa, realizada no Kartódromo de Interlagos.

“Eu larguei bem, fiz uma primeira volta muito rápida e aproveitei que seis pilotos ficaram brigando pela segunda posição pra abrir uma grande vantagem. Ainda bem, porque o meu kart não era dos melhores e, por isto, só mantive a regularidade para abrir quase 10 segundos de vantagem”, contou Otazú, que com esta segunda vitória reassumiu a liderança do campeonato, passando a somar 254 pontos, 59 de vantagem sobre Everton Carajeleascow, e 80 de folga sobre Marcos Takuma.

A quinta etapa da SM Kart Competition será realizada dia 14 de agosto, novamente no Kartódromo de Interlagos.


Confira os dez primeiros da Graduados da SM Kart Competition: 1) Alberto Otazú, 16 voltas em 17min42s757; 2) Jorg Sobrinho, a 9s887; 3) João Gabriel Oliveira, a 10s151; 4) Marcos Takuma, a 10s345; 5) José de Jesus, a 10s415; 6) Rodrigo Oliveira,10s756; 7) Bruno Freitas, a 11s929; 8) Paulo Policeno, a 12s422; 9) Edu Abrantes, a 13s652; 10) Peterson Rodrigues, a 14s406.

Os dez primeiros no campeonato da Graduados são: 1) Alberto Otazú, 254; 2) Everton Carajeleascow, 195; 3) Marcos Takuma, 174; 4) Rodrigo Oliveira, 160; 5) Rogério Cebola, 152; 6) João Gabriel, 125; 7) Iuri Bustamante, 123; 8) Bruno Freitas, 116; 6) João Vitor Oliveira, 115; 10) Jorge Sobrinho, 112.

Alberto Cesar Otazú tem o apoio de Bianchi Automóveis, Cardoso Funilaria e Pintura, No Fire Services, Rolley Ball, Speed Truck, IMAB Metalúrgica, TS Sports, Autódromo Virtual de São Paulo (AVSP), Concept Kart. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde, Direção para a Vida e Rotary Club Ponte Estaiada.

ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.