segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Apesar das montadoras virem a se aprimorar fabricando motores cada vez mais econômicos e reduzindo ao ínfimo possível a emissão de CO2, aos poucos os carros híbridos, ou seja equipados com um motor a gasolina, Diesel ou até etanol, e um motor elétrico ganham a cada dia mais espaço, e a procura não é maior devido ao ainda seus preços altos. No Brasil, entre as várias alternativas de marcas, está a Ford com seu modelo Fusion Hydrid 2017, com motor de 190 cv e consumo de quase 17 km/l na cidade e mais de 15, na estrada. O custo? R$ 159.500

                              
COLUNA 
MECÂNICA ONLINE® 

Até quando teremos 
motores de combustão interna? 



Alguns países já anunciam planos de utilização de veículos elétricos num futuro próximo. 

Mas qual o meio termo entre as fontes de energias nesse momento? A solução híbrida.

Acompanhamos essa semana o lançamento do Novo Ford Fusion Hybrid, um dos veículos mais tecnológicos oferecidos no Brasil que combina alta eficiência energética e um preço muito competitivo: R$ 159.500.


O Ford Fusion Hybrid 2017 é o sedã de luxo mais econômico do Brasil. Mesmo sendo grande, completo e com potência de 190 cv, consome menos que um carro compacto popular: 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada com gasolina. 

Por isso, é um ícone de sustentabilidade e recebeu o Selo de Eficiência Energética (padrão AA) do Inmetro/CONPET.

Essa eficiência se deve ao sistema de propulsão que combina um motor a combustão e um elétrico, alimentado por bateria de alta tensão, com transmissão continuamente variável.


Ele gera potência de 143 cv (@ 6.000 rpm) e torque de 175 Nm (@ 4.000 rpm).

Seu motor a combustão é um 2.0 de ciclo Atkinson a gasolina, com comando independente variável de válvulas e alta eficiência. 


A transmissão continuamente variável e-CVT faz o gerenciamento dos dois motores, que têm uma potência combinada de 190 cv.


A bateria de íons de lítio que alimenta o motor elétrico, mais leve e otimizada, tem capacidade de 1,4 kWh. 


Produzida com tecnologia Ford, ela é auto recarregável e não necessita de carregamento em rede externa de energia. 

A garantia de oito anos oferecida pela Ford reforça a confiabilidade desse componente.

O sistema de freios regenerativos aproveita a energia das frenagens para recarregar a bateria. 


Ele atua de forma modulada, simulando o freio-motor (marcha reduzida) no primeiro estágio para desacelerar o veículo suavemente. 

Já nas frenagens bruscas funciona como os freios convencionais, sem regeneração.

A grade dianteira com controle ativo é um novo recurso que aumenta a eficiência aerodinâmica e a economia de energia. 


Ela se fecha automaticamente quando não há necessidade de refrigerar o motor para reduzir o arrasto de ar.

A transmissão e-CVT oferece uma condução suave e vem com o novo seletor rotativo E-Shifter, que substitui a alavanca de câmbio tradicional. 


Além de inovar no design e na ergonomia, por ser eletrônico ele agrega novas funções.


No modo Low, acionado por um botão no console, ajuda a segurar o carro em descidas usando o freio-motor. 

Ele mantém a velocidade selecionada pelo motorista e otimiza o carregamento da bateria, atuando como uma marcha reduzida.

Há também uma função de segurança. Quando a porta do carro é aberta, o comando da transmissão entra automaticamente no modo de estacionamento (P).


A direção com assistência elétrica sensível à velocidade e o compressor elétrico do ar-condicionado são outros itens que contribuem para a eficiência energética. 

Com tanque de combustível de 52,7 litros, ele pode ter uma autonomia de até 885,6 km.


O painel interativo com “Ecoguide” é um recurso exclusivo do Fusion Hybrid que permite várias interações com o veículo. 

Composto de duas telas de LCD configuráveis, de 4,2 polegadas, traz informações como nível de carga da bateria, consumo de combustível e autonomia. 

O Ecoguide sinaliza quando o motorista está dirigindo de modo mais sustentável, com aceleração suave e sem freadas bruscas, com desenhos de “folhas de eficiência” na tela.

Outra função exclusiva do Fusion Hybrid é o Ecoselect. Acionado por um botão no console, ele prioriza o consumo de combustível e a redução de emissões, tornando as acelerações mais suaves e otimizando a carga da bateria pelo sistema de frenagem. 

Quando usado junto com o piloto automático adaptativo ele atua da mesma forma, ativando o EcoCruise.


O veículo conta também com o modo EV+, um sistema inteligente que reconhece os destinos mais frequentes por meio do GPS integrado ao SYNC 3 e prioriza o uso do motor elétrico e a economia de combustível. 

O sistema requer um tempo de duas a quatro semanas de uso para processar os registros e otimizar as rotas, reconhecendo a topografia e velocidade de cada trecho.


O Fusion Hybrid também vem equipado de série com controle eletrônico de estabilidade e tração (AdvanceTrac), freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, assistente de frenagem de emergência e assistente de partida em rampas.

A suspensão com sistema MacPherson na dianteira e Control Link na traseira, desenvolvida especialmente e patenteada, garante o alto padrão de dirigibilidade e estabilidade do sedã híbrido.

Carro híbrido mais vendido do Brasil, o Fusion Hybrid somou mais de 1.800 unidades desde o seu lançamento. 


Ele faz parte da estratégia de eletrificação global da Ford, que planeja ter mais de 40% de sua linha formada por veículos elétricos até 2020.

O custo de aquisição é de R$159.500, um preço altamente competitivo comparado a outros modelos híbridos do mercado, e mesmo opções de outras categorias.

As três revisões anuais no período de garantia têm um custo total de R$ 952.

O cliente também tem a opção de adquirir os planos Ford Protect, que incluem uma ou duas revisões adicionais e ampliam a garantia de fábrica para quatro ou cinco anos, respectivamente, trazendo tranquilidade e economia.



==============================================================
Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade.
http://mecanicaonline.com.br/wordpress/category/colunistas/tarcisio_dias/

domingo, 30 de outubro de 2016

Com cerca de 100 mil quilômetros rodados, o Jac J3 Turin 2014, um chinês que não teve o sucesso esperado no País, e que a crise econômica que caiu como um raio sobre o setor automotivo, decidiu mostrar que os carros da Jac Motors são mais confiáveis do que se comenta. Com a garantia da Jab Motors que o carro passou apenas pelas revisões regulares, o teste apresentou problemas que foram considerados desgaste normal para o uso do carro.




Texto e fotos: Arnaldo Moreira

- Bom dia, Arnaldo. Você gostaria de avaliar um carro da JAC nesta semana? É um J3 Turin, com 98 mil km rodados. 

- Claro que aceito, e confesso que acho muito interessante a ideia, respondi.

O diálogo foi com o assessor de Imprensa da Jac Motors, Eduardo Pincigher, que me ligou com essa proposta pouco vulgar entre as montadoras.  



Ele explicou que "incorporei carros usados com alta quilometragem na frota de Imprensa para dar um retrato aos jornalistas como nossos carros se comportam com bastante uso".

São carros totalmente originais em que só se fizeram as manutenções de praxe, garantiu.

No dia seguinte, dirigi-me à concessionária da Jac Motors, em Del Castilho, na Zona Norte do Rio de Janeiro, de onde saí com o J3, de  2014, sedan, prateado, de origem chinesa, para a curiosa avaliação. 



Ao ligar o carro, a luz do EPC (Eletronic Power Center) que serve para monitorar o carro através de um conjunto de sensores, com o intuito de proteger o motor contra possível falhas evitando um dano maior, acendeu.

Quando esse aviso surge no painel o proprietário deve se dirigir à concessionária para verificar o motivo do alerta, que pode ser, por exemplo, a qualidade do combustível.

Na verdade, o carro não registrou nenhum problema mecânico durante o teste. 





Nos muitos anos que escrevo sobre o setor automotivo, é a primeira vez que recebo um carro usado cedido pela montadora para avaliar. 

Uma ou outra revista especializada, por conta própria, desmontam carros que adquirem com a finalidade de testes de longa duração, para verificar o nível de desgaste das peças e sua durabilidade.


A primeira impressão do J3 Turin foi boa. O carro apesar de seus 98.514 km rodados apresentava bom aspeto externo e um desgaste natural interno, causado pelos dois anos de uso intenso, pois o carro rodou em média mais de 4.100 km por mês.

É importante frisar a informação de Eduardo Picingher que o carro passou apenas pelas revisões regulamentares - a próxima marcada para os 100 mil km.



Para fazer uma avaliação mais precisa e justa, contei com a ajuda de meu mecânico há mais de 20 anos, Adolfo Marques, da Mecânica Dumar, na Rua Gen. Polidoro, 65, em Botafogo, Zona Sul do Rio - tel. (021) 2295-0145.



Numa longa volta, e depois na oficina foram Encontrados quatro problemas, todos resultado do desgaste de rodagem elevada que segundo Adolfo, não surgiram na última revisão:

- Uma ligeira folga na homocinética que já faz notar o tradicional estalo nas rodas.

- Notei um chiado na direção ao ligar o motor, que se aumentava quando se esterçava o volante até o final. Adolfo atribuiu o problema à bomba de direção um pouco cansada.

- Uma pequena trepidação no volante quando se elevava a ventilação do ar condicionado, indicou que os calços do motor estão um pouco gastos. Adolfo explicou que essa trepidação ocorre porque o esforço do motor aumenta sobre os calços e ocorre quando estes não estão em perfeito estado.


- Na véspera da devolução do J3 à concessionária, acendeu no painel a Luz de Manutenção, avisando que está chegando a hora da revisão dos 100 mil km.

A borracha do pedal de embreagem bem desgastada mostra que o carro foi muito usado. 

Contudo, seu estado geral é bom, a suspensão está perfeita e dá segurança na direção.




O J3 Turin que novo custava R$ 42.990 - foi substituído pelo modelo Turin S, 1.5, 2016, que custa R$ 44.990, na versão sedan e R$ 40.990, hatch - tem itens importantes de segurança: sensor de marcha a ré, direção hidráulica, controle de estabilidade, regulagem elétrica de altura do facho dos faróis e freios ABS e airbags frontais (ambos obrigatários no Brasil).


O Turin 2014, possui ainda ar condicionado, retrovisores, travas e vidros elétricos e bancos de couro e volante com controles de som e regulagem de altura, rádio com leitor de CD, faróis de nevoeiro e 490 litros de porta-malas.



O motor é o VVT 1.4, 16 válvulas, com 108 cv de potência a 6.000 rpm e torque de 14,1 kgfm a 4.500 rpm. 



Acelera de 0 a 100 km/h em 11,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 186 km/h. E tanto na estrada quanto na cidade se comporta muito bem.

A ideia da Jac Motors de convidar os jornalistas especializados do setor automotivo de realizar o test-drive dos carros usados da marca, tem o objetivo claro de recuperar a imagem desgastada dos carros da montadora chinesa e mostrar que são veículos confiáveis.



O teste deste J3 Turin 2014 com seus quase 100 mil km rodados não mostrou problemas que comprometam o uso normal do carro, que conta ainda com quatro anos de garantia.







Mercedes-Benz lança o primeiro campo de provas voltado a ônibus e caminhões do Brasil


A Mercedes-Benz anunciou, durante o 66º Salão Internacional de Veículos Comerciais, o IAA 2016, realizado recentemente em Hanover, na Alemanha, um investimento de R$ 70 milhões no primeiro campo de provas do Brasil totalmente dedicado a ônibus e caminhões. 


O terreno, de 1,3 milhão de metros quadrados e extensão total de 25 quilômetros, abrigará 18 pistas de asfalto, concreto e terra.

“Esse avançado campo de provas ampliará notavelmente a nossa capacidade de desenvolvimento tecnológico, consolidando a unidade brasileira como referência para a Daimler e para o setor automobilístico”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO na América Latina.

O lançamento, que coincide com os 60 anos da empresa no Brasil, comemorados em setembro, otimizará os testes com veículos voltados ao mercado local e a diversos países atendidos pela Daimler, como Rússia, Índia, China e África do Sul.

Com obras de terraplanagem já em execução, o início das operações está programado para o segundo semestre de 2017. Será o maior e mais completo campo de provas do Hemisfério Sul e o maior da Daimler fora da Alemanha.

Localizado em Iracemápolis, no interior de São Paulo, o campo de provas será baseado em um modelo similar ao da Daimler em Wörth, na Alemanha, um dos mais modernos do segmento de veículos comerciais da companhia e do setor.

Alto padrão
A concepção da pista brasileira conta com a consultoria da empresa alemã Tilke, parceira da Daimler no campo de provas de Wörth e em outras obras, e que também elabora projetos de pistas da Fórmula 1.

Por aqui, poderão ser realizados testes e ensaios com o mesmo rigor e padrão técnico seguidos por outras plantas do grupo. 

“É justamente essa capacidade que nos credencia a testar veículos para diversos mercados. Um ótimo exemplo é a pista de testes de durabilidade, que terá mil placas de concreto que não se repetem. Elas são idênticas às colocadas na pista da Alemanha”, diz Christof Weber, vice-presidente de Desenvolvimento de Caminhões e Agregados da Mercedes-Benz do Brasil e um dos responsáveis pela idealização do campo de provas de Wörth.

A unidade promete ser um laboratório que simulará, em condições reais, situações de tráfego, segurança e comportamento de veículos que estarão, em breve, nas estradas. 

“Demandas como conforto e robustez serão verificadas e testadas de maneira ainda mais completa”, destaca Weber.

Fonte: Mercedes-Benz

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

ROLLS-ROYCE MOTOR CARS UNVEILS FIRST EVER 'ROLLS-ROYCE BOUTIQUE' EXPERIENTIAL SHOWROOM IN DUBAI // ROLLS-ROYCE REVELA A PRIMEIRA 'BOUTIQUE DE ROLLS-ROYCE' EXPERIENCIAL SHOWROOM EM DUBAI




Rolls-Royce Motor Cars today unveiled its first ever ‘Rolls-Royce Boutique’, a highly progressive new concept in luxury, in Dubai, UAE. 

Torsten Müller-Ötvös, Chief Executive Officer, Rolls-Royce Motor Cars, presided at the official inauguration ceremony, alongside officials from AGMC, the sole and authorised representative for Rolls‑Royce Motor Cars in Dubai, Sharjah and the Northern Emirates of the UAE.


The new space speaks of Rolls-Royce’s commitment to effortlessly integrating itself into the lifestyles of its patrons. 

The location, at the centre of Dubai’s City Walk, a globally recognised luxury and hospitality hot-spot, therefore boldly counters traditional automotive thinking in placing the house within a centre of fine fashion, art and cuisine that Rolls-Royce customers frequent.


The permanent Boutique has been created in the same spirit as the marque’s highly successful Summer Studio in Porto Cervo, Sardinia which has rapidly est
ablished itself as a celebrated centre of ‘true luxury’ in one of the world’s most exclusive enclaves. 

The Boutique therefore blends spaces that bring to life the spirit of the marque’s Centre of Excellence in Goodwood, England with a vibrant, social atmosphere. 


The Boutique is set to become a place to see and be seen for the region’s most discerning and eminent patrons of luxury.

This is achieved through a curated series of experiential areas including: an Inspiration Studio, Bespoke Atelier, Interactive Spirit of Ecstasy, Pinnacle Café, Affinity Partner Display, Virtual Reality Configurators and staging for Bespoke one-of-one motor cars or newly-launched collections.


The product of a multi-million dollar investment from AGMC, the generously appointed facility spans 7,300 sq.ft. and features top-to-bottom vectorized pixel-animation screens on the external windows, visible to passers-by from the road and sidewalk. 

Befitting a house that always seeks to deliver effortlessness to its patrons, it is the only Boutique in City Walk that will have year-round valet parking for its guests.


The Rolls-Royce Boutique is AGMC’s second Rolls-Royce showroom facility in Dubai, complementing their existing 10,000 sq. ft. flagship showroom on Sheikh Zayed Road which features the world’s most advanced Rolls-Royce Aftersales Centre.

Speaking at the opening ceremony, Torsten Müller-Ötvös, said, “Dubai is an important part of our brand’s success story, and it has been among the top five markets in the world for Rolls-Royce for three consecutive years, placing it alongside or above other markets with much bigger populations. 
Our success in Dubai and the rest of the world is borne of an intimate understanding of the lifestyle requirements of the world’s most discerning patrons of luxury. True luxury houses like Rolls-Royce must therefore constantly strive to innovate and inspire.”


He added. “AGMC’s investment is testament to their commitment to delivering truly progressive experiences to Dubai’s most eminent men and women. 

This extraordinary space will become a social hot-spot that perfectly encapsulates the spirit of Rolls-Royce’s Centre of Excellence in Goodwood, England.”


Stathis I. Stathis, Managing Director of AGMC, said, “It’s no secret that Dubai is a city of accomplishments and record-breaking initiatives. 

From the marvel that is the Burj Khalifa through to winning the bid for Expo 2020, Dubai has proven time and time again it is a place where the impossible becomes possible. 


Where vision, coupled with hard work and resolve, can lead to achievements that are rightly celebrated and respected around the globe. We are proud to now add the first ever Rolls-Royce Boutique to those achievements.”

The Rolls-Royce Boutique features four distinct areas:The Inspiration Studio will be the staging point for one-of-a-kind examples of Rolls-Royce Bespoke motor cars. This will serve to inspire patrons by showcasing what is possible when working with the marque’s full Bespoke palette. 

The space also features an Interactive Spirit of Ecstasy Wall, which uses motion-capture technology to allow visitors to briefly transform themselves into the iconic statuette that embellishes every Rolls-Royce motor car, and an interactive configurator to help customers conceive initial ideas for their own Bespoke vision.


The Bespoke Atelier takes cues from the worlds of fine art, design and high fashion, and is filled with thought-provoking textures, themes and colours, giving customers the opportunity to explore the possibilities that cutting-edge, Bespoke design allows. 

The displays of paints, marquetry, exotic woods, leathers, piping, tread plates and accessories such as picnic hampers and Gold-plated ‘Spirit of Ecstasy’s have been selected to stimulate discussion and nurture creativity, helping to inspire customers when commissioning their own unique Rolls-Royce motor car. 

The centerpiece is a stunning piece of original art from Syrian artist Khaled Al Saaei, depicting the Spirit of Ecstasy in Arabic Calligraphy.

The Pinnacle Café is a space for Rolls-Royce customers to relax, meet with friends, or even host business meetings in an exclusive and luxurious atmosphere. 

Rolls-Royce will invite other luxury brands to display their rarest and most unique items in the Affinity Area, with the displays regularly changing, thus providing further inspiration to visitors and also creating a luxury shopping boutique feel for customers.

The Rolls-Royce Boutique is open from 10:00 am to 10:00 pm seven days a week.

BMW Group México inaugura BMW CEVER San Antonio en la Ciudad de México. Con esta apertura BMW Group consolida su posicionamiento en el país manteniendo la satisfacción completa del cliente, a través de una atención que supera sus expectativas.



Ciudad de México, 28 de octubre de 2016 - BMW Group México celebró la inauguración del distribuidor BMW CEVER San Antonio; con esta apertura la compañía reafirma la estrategia de fortalecer la red de distribuidores para lograr la máxima atención y satisfacción de sus clientes.

Como parte de la filosofía Future Retail que tiene BMW Group para situar a sus clientes en el centro de sus acciones, BMW CEVER San Antonio cuenta con áreas de exhibición y servicio que cumplen con los estándares de calidad, imagen y operación que demanda la compañía a nivel mundial, en una extensión de 1,100m2.

El distribuidor ofrece un espacio de exhibición para 12 vehículos y 30 motocicletas y cuenta con una boutique de accesorios exclusivos para cada una de las marcas. 

En lo que respecta al área de servicio, BMW CEVER San Antonio tiene un área de recepción con capacidad para recibir hasta 40 autos diarios. 

BMW CEVER San Antonio se ubica en la calle Nueva York 327, colonia Nápoles, esquina Eje 5 Sur e Insurgentes. 

El horario de servicio es de lunes a viernes de 9 a 20 horas, sábados de 9 a 18 horas y domingo de 10 a 16 horas.

BMW tiene un espacio equipado con 10 rampas, incluyendo espacios para vehículos eléctricos, mientras que BMW Motorrad, cuenta con un área de taller independiente que consta de 6 rampas, con capacidad para recibir hasta 15 motocicletas diarias. 

Adicionalmente se ofrece una camioneta completamente equipada para hacer servicios a domicilio con el fin de brindar la experiencia Premium característica de la marca.

Para BMW Group la sustentabilidad es un pilar fundamental en todas las áreas, es por esto que el distribuidor cuenta con adecuaciones consideradas amigables con el ambiente y fueron diseñadas para tener un menor impacto ecológico. 

Por ejemplo, cuenta con una planta de tratamiento y recuperación de agua pluvial para uso de baños y lavado de autos. 

El equipo profesional de trabajo en BMW CEVER San Antonio, se conforma por un total de 100 colaboradores comprometidos con la satisfacción de los clientes; todos ellos capacitados mediante los programas del Centro de Entrenamiento de BMW Group.

La inauguración contó con la presencia del Dr. Alexander W. Wehr, Presidente y Director General de BMW Group México, Latinoamérica y el Caribe; Michel Goudet, Director de BMW Motorrad; Diego Camargo, Director de Posventa; Dirk Biehler, Director de Desarrollo de Canales de Venta; José María Villalobos, Director de Finanzas. 

Por parte de Grupo CEVER se contó con la presencia del Ing. Cesar Verdes Sánchez, Presidente del Consejo; Lic. Cesar Verdes Quevedo, Vicepresidente del Consejo; Adolfo Hegewisch, Presidente Ejecutivo. Así como distinguidos invitados y clientes de la Ciudad de México.

“En el marco del centenario de BMW Group, nos enorgullece mirar hacia adelante ampliando nuestra red de distribución con los más altos estándares de calidad implementados día con día. 

BMW Group tiene como objetivo la transformación cultural orientada al cliente y BMW CEVER San Antonio es un claro ejemplo de éste modelo de satisfacción al consumidor” mencionó el Dr. Alexander W. Wehr, presidente y director general de BMW Group México, Latinoamérica y el Caribe.

BMW CEVER San Antonio se ubica en la calle Nueva York 327, colonia Nápoles, esquina Eje 5 Sur e Insurgentes. 

El horario de servicio es de lunes a viernes de 9 a 20 horas, sábados de 9 a 18 horas y domingo de 10 a 16 horas.

DICA: CUIDADOS QUE VOCÊ PRECISA TER QUANDO FOR TROCAR A BATERIA DE SEU CARRO


quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Salão do Automóvel de São Paulo abre ao público no próximo dia 10 e irá até dia 20, no Expo São Paulo. Lá estarão as novidades do setor automotivo, mas nem todas, pois houve quem decidisse não participar por economia, justificável diante da crise que se abate sobre o setor, mas a maioria das montadoras e importadoras estarão lá, com seus lançamentos



Coluna nº 4.416 - 27 de Outubro de 2016
_________________________________________________________________________

Utilitários esportivos, 

jipinhos, atrações do Salão 


Segmento de maior e projetada expansão para os próximos anos no mercado brasileiro de veículos leves 0 km, os utilitários esportivos – SUV -, e os esportivos de atividade – SAV -, farão a comissão de frente no Salão do Automóvel, 10 a 20 novembro, S. Paulo.

Guia tal presença a otimista expectativa de freio à queda das vendas no corrente ano, interrompendo descenso de quatro anos seguidos, e projeções de crescimento de produção e comercialização em média imaginada em 5%. 

No varejo de balcão, esperançosos 2 milhões de unidades em veículos leves para 2017.

As principais marcas nacionais te-los-ão como produto de maior atração, e outras tentando fazer ponte conceitual com modificações em Crossover buscando identificação aventureira. Estrangeiras também estarão representadas.

Nacionais

Peugeot é o melhor exemplo, com 2008 Crossway, e o novo 3008.

Peugeot Crossway

Citroën, co-irmã, terá estande conceitual, e produtos de exceção serão C3 e C3 Aircross com decoração e composição especial caracterizando-o como objeto de compra pela Internet, dentro do programa St@rt.

BMW exibirá os sav X1 e X3, produzidos em Araquari, SC, com pequenas alterações de conteúdo para marcar a modelia 2017.

Hyundai, filial da marca coreana, com fábrica em Piracicaba, SP, surpreendeu mercado ao anunciar produzir o SAV Creta. 

Desenvolvimento sobre a plataforma hoje aplicada ao sedã HB20, motor 1,6, L4, e transmissão de seis marchas, automática e mecânica.

Hyundai Creta 

Da Hyundai do B, fábrica da credenciada CAOA em Anápolis, GO, esperava-se substituir o Tucson, de vida prolongada no Brasil. Mantê-lo-á em paralelo ao New Tucson, duas gerações posteriores. 

Com antecipação, Coluna informa, ao Salão anunciará montar o suv Santa Fé. Rico portfólio: Old Tucson, New Tucson, IX 35 e Santa Fé.

Jeep exibirá modelia 2017 do Renegade para movimentar vendas, em previsível canibalização pelo bem formulado Compass, recém-apresentado.

Honda criou novo Sport Activity Vehicle como entrada na bem sucedida incursão neste setor. 

Apesar da plataforma de Fit, City, HR-V, será menor e mais barato – corrijo, de preço menor, pois o rótulo barato é inaplicável aos produtos Honda. 

Chama-se WR-V. Apelos, aproveitamento de espaço, motor pequeno e transmissão automática. Criação nacional com exigências regionais.

Honda WR-V



Ford fará pequenas intervenções para lembrar o Ecosport, após perder liderança com mudança de linhas e chegada do Duster, HR-V e Renegade, e levará o canadense Edge de vendas nacionais recém-iniciadas.

Importados

Renault terá produtos nacionais e importados. Líder e estrela do segmento com quatro modelos – reedição do Duster; abaixo dele, motor 3 cilindros, o Kwid, substituindo o Clio. 

Acima dos dois, novidade, o Captur será produzido em 2017 no Paraná. E, importado, em faixa superior, o Koleos, concorrente de Mitsubishis, Volvo, Hyundai, Santa Fé, Kia Sorento.

Renault Kwid


Renault Captur

GM exibirá versão atualizada do mexicano Tracker. Quem gosta será atendido com tecnologia, o novo 1,5 turbo flex já aplicado ao irmão Cruze.

Lifan X60 – Chinesa atualizará linhas da mescla de station wagon e crossover. Espera-se aumento de cilindrada para 2.0 e potência acima dos 150 cv. Transmissão simples pelo sistema de polias variáveis, o CVT. Tração dianteira.

Suzuki exibirá conhecidos S Cross e novo Vitara. Menor, mais leve, motor pequeno, de 1,6 litro, reposicionado entre o jipinho Jimny e o SUV S Cross.

Suzuki Vitara

Toyota. Entre produtos como Etios, Corolla, picape Hilux, SUV Hi Lux, híbrido Prius, empresa trará o sav CH-R. Exercício de projeto, não irá à produção.

Possíveis presenças

Bentley e seu poderoso SUV Bentaiga, motor W12.

Maserati e o novidadoso Levante.

2D2Motors com promessa de instalação no Espírito Santo. Promete exibir esportivo e utilitário esportivo.


Não irão
Fiat não exporá subproduto decorrente do Projeto 626, pequeno com ambivalência e indefinição. 

No mercado, será o menor dos Jeeps, motor três cilindros, 1,3 litro de cilindrada, a geração GSE, Global Small Engine, com nome publicitário de Firefly?

Ou substituto para as pioneiras, bem formuladas, porém de cansados aviamentos da fórmula Adventure?

VW cancelou o Taigun, anteriormente apresentado para ser pioneiro no setor, e foca esforços em novos produtos, puxados pelo Gol, a partir de 2018.

JAC em processo de costura de viabilização não exporá o produto planejado para montagem local, o T5. Não irá ao Salão. Poupa energia e recursos.



Roda-a-Roda 

Meio Xing – Geely, chinesa dona da sueca Volvo, criou nova marca, sobre estas plataformas. LYNK&Co, sonoramente lembra o Lincoln, topo de luxo Ford e a terminologia de conectividade. Quer ser identificada com a Suécia.

Diferenças
– Conceito é reunir o mais moderno e futuroso – híbrido elétrico; conectividade completa; especificações técnicas de alto nível; venda direta entre fábrica e consumidor; veículo para locação comunitária. 

Sonha ser táxi sem motorista, controlado por satélite. Em 2017 China. Após Europa e EUA.

Lynk&Co. Não quer ser novo, mas inovador

E? – Tecnologia matará o conceito do automóvel como prazer e sinônimo de liberdade individual. Carros será vagonetas individuais.

Pouco
– Mudanças modelia BMW 2017: agregação de confortos eletrônicos variando entre os montados em Araquari, SC: sedã Série 3, savs X1 e X3.

E? – Controle de cruzeiro, som Hi-Fi, nove auto falantes, câmera de ré, Bluetooth duplo, memórias nos bancos frontais elétricos e espelhos retrovisores, opcional revestimento em couro, abertura e outras pequenas facilidades.

Telhado – Cativante Fiat 500 e crossover Freemont deixaram de ser importados.

Mais – Processo de renovação de produtos Fiat deu fim ao Siena EL 1.0 e 1.4 após 19 anos em produção. 

Mantém o Gran Siena, bom sedã, ideal para táxis e serviço público. Será substituído por novo hatch brasileiro e argentino sedã quatro portas. Aqui motorização GSE de três cilindros. Lá, o EtorQ 1.4 e 1.8.

Mercado – Motorrad, divisão de motos da BMW, encerrou contrato de montagem com a Dafra, e implantou fábrica própria em Manaus, primeira fora da Alemanha. 

Aplicou 10,5 milhões de Euros e inicia com o modelo F 700 GS. A seguir, famílias 800, R 1.200, S 1.000. Capacidade 10 mil/ano.

Promoção – Para atrair às revendas a clientela com carros fora de garantia, anteriores a 2013, distantes das oficinas autorizadas, Nissan lançou plano de revisões, kits e parcelamento em serviços. 

Ter cliente da marca nas revendas é oportunidade de vendas de carros novos ou seminovos.

Direto
– Citroën lançará ao Salão do Automóvel o programa St@rt - vendas diretas por sítio exclusivo, funcionando ininterruptamente. 

Marca é precursora no mundo digital, com 11 milhões de seguidores. No Brasil, 4,2 milhões de seguidores no Facebook e 112 mil no Instagram. Incluídos no programa modelos C3 e Aircross.

Mais – Automóveis terão emblema St@art, pequenas diferenças de conteúdo e menor preço. Citroën se antecipa à mudança de comportamento do consumidor.

Regra – Leilões, forma dinâmica de comercializar veículos antigos e especiais nos EUA, viu referencial Russo and Steele, mudar regra operacional: acabou com as Reservas – valor mínimo para aquisição. 

Conceito é barreira frustrante, ignorando lances da realidade do leilão, pela verdade anterior do proprietário.

Ganho
– Segundo a empresa, cancelamento induziu negócios. Recente leilão na Pebble Beach’s Holly Week vendeu 51% dos inscritos e média unitária ascendeu a US$ 48,900 – uns R$150 mil.

Exemplo - Aqui, única e tradicional iniciativa, Encontro de Araxá, edição 2016 foi cansativa, apenas 25% dos veículos mudaram de mãos. 

Maioria das desistências barradas pelo valor de reserva, nem sempre razoável, e na maioria das vezes para valorizar-se em negócios futuros, do tipo teve x de lance e não vendeu.

Gente – Diego Borghi, paulista, 34, CFO da Ducati no Brasil, fábrica de motos controlada pela Audi, ascensão.


OOOO Novo CEO.

OOOO Substitui Antonio Labate, italiano, novo condutor da SEAT, complicada operação espanhola da Volkswagen. 

OOOO Pacífico Mascarenhas, 85, antigomobilista, compositor, pilha nova. 

OOOO Colocou marca passo cardíaco. 

OOOO Idem Luiz Carlos Secco, 83, jornalista, verbete como assessor de Imprensa. 

OOOO Passam bem. OOOO
____________________________________

ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.