terça-feira, 25 de outubro de 2011

KIA SUPEROU-SE NESTE ANÚNCIO DE LANÇAMENTO DO OPTIMA

O leitor Álvaro Carrilho, do Rio de Janeiro, colaborador assíduo do Blog enviou-nos uma jóia do marketing produzido para o lançamento do modelo Optima, da KIA. É fantástico. Uma pena não passar no Brasil. Assista. 
Clique no link abaixo:

CURVA EMOCIONANTE DE UM RALLY. IMPERDÍVEL.

Pelo idioma consegue-se perceber que trata-se de um rally realizado em um dos países do Leste da Europa. A curva é fatídica e a maioria dos carros perde a tração de sai da pista de terra. Assista. Basta clicar no endereço abaixo e uma segunda vez para abrir o link. Divirta-se.


sábado, 22 de outubro de 2011

Em coerência com a estratégia de enriquecimento da gama e de desenvolvimento da marca Peugeot, o 4008 será lançado, primeiramente, fora do mercado europeu, que representará 70% das vendas.

Peugeot 4008, o SUV 4x4 
que combina força e estilo

O mercado mundial de veículos SUV tem registrado forte crescimento desde 2005. Na Rússia, a predominância deste tipo de veículo é histórica e, atualmente, 1/5 do mercado pertence a este segmento, em especial os SUVs compactos. Já na China e na Europa Ocidental elas representam 10% do mercado, mas tem diferentes expectativas em cada mercado. Na Europa, os maiores usuários são dos segmentos C e D e representa status social, como na China.

O Peugeot quer explorar esse mercado e apresentará o 4008 em avant-première mundial durante o Salão de Genebra 2012. A comercialização começará no segundo trimestre desse mesmo ano, primeiro, fora do mercado europeu.

UMA GAMA COMPLETA DE VEÍCULOS TODO-TERRENO
Com este novo SUV 4x4, a Peugeot completa sua oferta de veículos adaptados às diferentes expectativas do consumidor que busca um veículo todo-terreno. Por sua forte personalidade, o objetivo do 4008 nos mercados internacionais é atrair, ao mesmo tempo, consumidores que já possuem veículos deste segmento e também aqueles que procuram um veículo sinônimo de lazer, como alternativa aos sedãs e minivans.

Pegeout 4007
Pegeout 3008
Na Europa, o modelo se destina especificamente a um consumidor que busca força e dinamismo, sem deixar de lado a versatilidade e o baixo consumo. Como complemento aos modelos 4007 e 3008 - inclusive na mais recente versão HYbrid4, o 4008 corresponde às expectativas dos diferentes mercados em que os SUVs compactos seguem com crescimento progressivo.

Fruto da cooperação PSA-Mitsubishi, o 4008 é dono de uma personalidade perfeitamente alinhada ao universo Peugeot. Para tanto, o modelo conta com um estilo baseado nos novos códigos estéticos da marca - como, por exemplo, a grade dianteira "flutuante", ou mesmo o olhar felino, cada um deles com sua assinatura visual. Na parte dianteira, os faróis são destacados por LEDs diurnos, enquanto as lanternas traseiras recebem um tratamento que remete a três garras vermelhas.


O caráter aventureiro do 4008 é reforçado por elementos como o desenho vertical da grade, as proteções na parte inferior da carroceria e os embelezadores introduzidos no contorno das rodas, que se destacam pelo desenho sofisticado e pela grande dimensão. Os vincos, que se iniciam no capô e se estendem até os para-choques traseiros, definem a lateral da carroceria e acentuam o aspecto robusto e dinâmico do 4008.

EXIGÊNCIA E ENRIQUECIMENTO

O minucioso trabalho praticado pelas equipes de design resultou em uma sofisticação única, totalmente alinhada ao posicionamento do veículo. O exterior se destaca, além dos itens já mencionados, por elementos cromados, enquanto o ambiente interno é valorizado pela aplicação de materiais que conferem alto nível de requinte.

O teto panorâmico de vidro entrega uma grande luminosidade ao habitáculo. Os passageiros são ainda beneficiados por uma iluminação noturna proporcionada por LEDs aplicados nas laterais. O estilo exclusivo, forte e distinto do 4008 o posiciona com bases concretas no universo dos SUVs compactos.
 Suas prestações dinâmicas e equipamentos - como, por exemplo, o acesso ao veículo sem o uso de chave, rodas em alumínio de 18 polegadas, sistema de navegação com tela sensível ao toque e, ainda, uma câmera de segurança - são o reflexo de uma visão moderna e requintada dos veículos todo-terreno.

SUV VERSÁTIL E HABITÁVEL

A plataforma do 4008 tem como base a do 4007, que teve seu comprimento reduzido em 30 centímetros para produção do novo modelo. Sua grande distância entreeixos foi preservada para garantir espaço interno, tanto para os ocupantes dos bancos traseiros quanto para quem ocupa os assentos traseiros. 

Essas características e dimensões exteriores (4,34 metros de comprimento, 1,80 metros de largura e altura de 1,63 metros) tornam o 4008 particularmente versátil, e sua habitabilidade se converte numa receita ideal tanto para o uso cotidiano, na cidade, quanto para o lazer.


TRANSMISSÃO 4X4 COM GESTÃO ELETRÔNICA

Na versão com tração integral, o condutor tem a possibilidade de selecionar três modos de transmissão: tração em duas rodas (2WD), tração nas quatro rodas (4WD) e bloqueio de tração nas quatro rodas (LOCK). Nos modos em que se utiliza a tração nas quatro rodas, a distribuição de torque entre a dianteira e a traseira é realizada eletronicamente.

No modo LOCK, a tração integral das quatro rodas é permanente, com o maior torque destinado às rodas traseiras. Esse tipo de transmissão representará mais de 80% do volume de vendas do 4008. O novo SUV 4x4 da Peugeot será oferecido somente em versão 4x4 em mercados específicos, entre eles o europeu.


MOTORES ADAPTADOS E COM ELEVADO NÍVEL DE PRESTAÇÕES

O Peugeot 4008 dispõe de quatro opções de motorização:
Gasolina - 
1.6l (116 CV) / 15,2 mkgf, com caixa manual de cinco velocidades2.0l (150 CV) / 19,8 mkgf, com caixa manual de cinco velocidades ou CVT
Diesel HDI - 1.6l HDI FAP (112 CV) / 27 mkgf (28 mkgf com overboost), com caixa manual de seis velocidades1.8l HDI FAP (150 CV) / 30 mkgf, com caixa manual de seis velocidades.

CHEVROLET MARCA CENTENÁRIO DA MARCA COM VENDA PROMOCIONAL NO RIO. NÃO PERCA!

De Ivan de Oliveira*


A Chevrolet promove, neste final de semana, mais um mega feirão no estacionamento do Shopping Via Parque, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. 
Estas ações de varejo fazem parte das comemorações do primeiro centenário da marca Chevrolet, a ser alcançado no próximo dia três de novembro, e o destaque é a campanha denominada Promoção 100 anos Chevrolet leva 100 famílias para Orlando, da qual todo cliente que comprar um Agile ou um Celta "zero" quilômetro terá direito a participar do sorteio da viagem. 
Além disso, o consumidor que comprar o Celta ou o Agile 0km durante o feirão, ganha um par de ingressos do Cirque du Soleil Varekai para o dia 14 de dezembro em uma sessão exclusiva Chevrolet.
*Ivan de Oliveira é
jornalista e assessor
da GM do Brasil







sábado, 15 de outubro de 2011

AUDI LANÇA UM NOVO MODELO QUE DETETA PEDESTRES A 300 M, À NOITE, E SE TRANSFORMA EM CASO DE COLISÃO IMINENTE


A6 Sedan faz 0 a 100 em 5,5 s, tem faróis que rasgam 60 m de nevoeiro e um cockpit de avião

Um carro equipado com visão noturna (Audi night vision) que deteta pedestres e animais a 300 metros e aciona automaticamente o sistema de freios, modifica o posicionamento dos assentos, tenciona os cintos de segurança dianteiros e faz o fechamento total dos vidros e do teto solar em caso de colisão iminente. Esse é o novo A6 Sedan lançado pela Audi.

A Assessoria de Imprensa da Audi divulgou detalhes dessa maravilha da tecnologia automotiva que custa R$ 313.390,00, preço justificado pelos sistemas citados acima e ainda uma série de outros: Head-up display, adaptative cruise control, pre sense plus, side assist, faróis full LEDs e multi midia interface "touch" com sistema de navegação GPS de última geração, disponível no Brasil, o novo Audi A6 traz soluções inovadoras em todas as áreas de tecnologia e herda as qualidades de seus irmãos maiores, como o A7 e o A8.


Com cerca de 30 kg a menos, motor mais potente e a utilização do inigualável câmbio S tronic de sete velocidades, o melhor sedan executivo Premium do mercado se mantém como o mais veloz e esportivo modelo de sua categoria: acelera de 0 a 100 km/h em apenas 5,5 segundos e tem velocidade máxima limitada de 250 km/h.

Design: esportividade e elegância
A sétima geração do Audi A6 pretende escrever mais um capítulo na história de sucesso do modelo. Para isso, aposta no visual elegante e na sofisticação dos equipamentos. Medindo 4,92 m de comprimento, 1,87 m de largura e 1,46 m de altura, oferece a proporção mais esportiva de seu segmento de mercado e deixa a impressão de agilidade em primeiro lugar, com ares de coupé.

Comparado com o modelo anterior, o novo Audi A6 é 2 cm mais curto. Porém, a distância entre eixos ganhou sete centímetros (agora tem 2,91 metros), o que favorece o espaço interno e o conforto dos passageiros, principalmente que viajam no banco traseiro.


Na dianteira, chamam a atenção a grade baixa single-frame, assinatura atual dos modelos da marca alemã, e os faróis bi-xenônio com LEDs, que enfatizam o visual. A tecnologia xênon plus inclui luzes de circulação diurna geradas por 24 LEDs e controle inteligente dos módulos de luz. 

Quando equipado opcionalmente com adaptative cruise control, cujos sensores são instalados no lugar dos faróis de neblina originais, o A6 passa a ter iluminação dos faróis com full LEDs, que possuem também a função de iluminação na neblina para qualquer tipo de condição climática. O seu alcance é de 60 metros - quatro vezes maior do que luzes de nevoeiro convencionais, além de utilizar menos energia.

Os faróis originais são de xenon plus com luzes adaptativas que acompanham as curvas e as manobras de estacionamento. Em combinação com o xenon plus e a iluminação de LED, a Audi também oferece luzes traseiras com tecnologia LED, dando um efeito tridimensional ao conjunto.

A carroceria, extremamente leve, possui significativa porção de componentes de alumínio - mais de 20% do conjunto. A estrutura de baixo peso é ao mesmo tempo rígida e segura, em uma composição com diversos elementos em alumínio e aço de alta resistência, que reduziram o peso em aproximadamente 30 kg, na comparação com o modelo anterior. 

A estrutura da carroceria traz outros pontos fortes adicionais, como métodos de construção que asseguram níveis de ruídos extremamente baixos na cabine. Já o ajuste preciso de todos os componentes e sistemas hidráulicos - e também da transmissão - proporciona excelente isolamento de vibrações.

Motor e transmissão
O motor também evoluiu na sétima geração do Audi A6. O propulsor 3.0 litros TFSI a gasolina, 2.995 cm3, produz 300 cv de potência e 440 Nm de torque máximo, entre 2.900 e 4.500 rpm. O motor com compressor mecânico, em conjunto com a transmissão S tronic de dupla embreagem e sete marchas, somados à tração quattro, possibilitam ao Audi A6 o desempenho de um carro esportivo.

O sedan acelera de 0 a 100 km/h em apenas 5,5 segundos e tem velocidade máxima limitada eletronicamente em 250 km/h. O consumo médio é de 12,2 km/l, com emissão de 190 g CO2 por km - nível 13% menor que do modelo anterior, que entregava 10 cv a menos. Esta economia permitiu a redução do tanque de 80 litros para 75 litros, sem prejuízo da autonomia.

Os dois intercoolers foram retrabalhados para refrigerar ainda mais o ar comprimido, permitindo que mais oxigênio entre nas câmaras de combustão. Essa medida, em conjunto com o melhor aproveitamento dos injetores, resultou no ganho dos 10 cv de potência em relação à geração anterior do sedan.

A evolução do sistema quattro de tração integral permanente apresenta novo diferencial central e a função de vetorização de torque, que garantem ainda mais tração, estabilidade e resposta dinâmica. 

No chassi, os braços da suspensão são feitos em alumínio e a direção eletromecânica é altamente eficiente. O sedan executivo oferece de série rodas de liga leve de 18 polegadas de diâmetro, equipadas com pneus 245/45 R 18.

O sistema Audi drive select, que altera os parâmetros de dirigibilidade do carro, é de série e passou a ter cinco modos de dirigir, incorporando o novo módulo "eficiência", com ênfase na melhora do consumo.

Sistemas de assistência ao motorista: ACC stop & go e Audi pre sense
A Audi ainda oferece um pacote advanced de equipamentos opcionais para o novo Audi A6 que auxiliam o motorista e garantem mais segurança. 

Uma rede eletrônica complexa, o sistema FlexRay, interliga as unidades de controle de numerosas equipamentos de assistência ao condutor e áreas de chassis, aumentando significativamente a velocidade na qual os dados são transferidos entre eles.


O grande destaque deste conjunto de assistência ao motorista é o novo controle de cruzeiro adaptativo (adaptative cruise control - ACC) com função stop & go e o Audi pre sense. O sistema de última geração do controle de cruzeiro regula a velocidade e a distância do sedan do veículo à frente, acelerando e freando em um intervalo de 0 a 250 km/h . O motorista pode usar o sistema operacional para determinar por meio do MMI como o equipamento deve funcionar - mais confortavel ou mais esportivo. Três níveis e quatro modos de distância estão disponíveis.

O ACC stop & go usa sistema inovador de redes no veículo para analisar dados de até 26 outros sistemas. No entanto, as informações-chave vêm de dois sensores de longo alcance localizados na dianteira, que operam na faixa de freqüência de 76 a 77 GHz. Os radares fazem a varredura de um campo de 250 metros com um ângulo de abertura de 40 graus. Uma pequena câmera de vídeo na base do espelho retrovisor interno mostra cerca de 60 metros à frente, também com um ângulo de 40 graus.

Com esse alto nível de informação, o sistema pode reconhecer cenários complexos e, preventivamente, apoiar o motorista. O ACC também utiliza  os dados de rota do sistema de navegação para poder calcular, de forma confiável, a faixa adequada na estrada, mesmo em curvas.

A sua gama de aplicação também inclui a função stop-and-go para o tráfego da cidade, onde o sistema, convenientemente, desacelera e freia o sedan até a parada total e automaticamente acelera quando o veículo da frente se movimenta em menos de três segundos. Se demorar mais, basta dar um toque no acelerador ou na própria alavanca de acionamento do ACC para  o veículo se movimentar novamente.

Audi pre sense: mais segurança para os ocupantes do veículo 
O sistema Audi pre sense é um equipamento que proporciona maior segurança a todos os ocupantes do veículo por prever, antes do motorista, uma situação de emergência, pois trabalha em estreita colaboração com uma série de outros sistemas e inicia medidas de proteção preventivas em caso de uma colisão iminente. 

Detectado o perigo, automaticamente aciona o sistema de freios, modifica o posicionamento dos assentos, tenciona os cintos de segurança dianteiros e faz o fechamento total dos vidros e do teto solar. O Audi pre sense, combinado com o ACC stop&go, pode evitar possíveis colisões traseiras com o veículo da frente em velocidades acima de 30 km/h ou atenuar as consequências de tais acidentes.


No caso de uma situação perigosa, o condutor é avisado, primeiro, com um alerta sonoro e um sinal visual. Paralelamente, o sistema de freio é pré-carregado e os amortecedores da suspensão tornam-se mais rígidos.

Se o motorista permanece passivo, ignorando o aviso de choque, o sistema inicia, com autonomia, frenagem parcial, para diminuir a velocidade do sedan - a uma taxa de de 3 m/s², desde que o carro da frente esteja em movimento. Janelas e teto solar são fechados, a luz do freio adaptativa é ativada, os cintos de segurança são tensionados e o assento é reposicionado.

Na versão Audi pre sense plus, que estará disponível como opcional para os modelos vendidos no Brasil, um terceiro e quarto estágio está incluído em caso de emergência. O sistema agora aumenta a desaceleração a 5 m/s² e aperta os cintos completamente. A última fase de frenagem (totalmente autonôma) ocorre cerca de meio segundo antes de uma colisão inevitável. O choque e suas conseqüências são reduzidos, porque no momento em que o impacto ocorre o sedan pode reduzir sua velocidade em até 40 km/h.

Head up display: toda informação em um piscar de olhos
O head-up display - um novo recurso de última tecnologia disponível como opcional no Audi A6 - projeta as principais informações sobre o pára-brisa em forma de símbolos e dígitos. O visor aparece como uma imagem virtual em uma janela de 262 x 87 milímetros, que parece "pairar" sobre o capô do motor, a uma distância de, aproximadamente, 2,3 metros, precisamente no campo principal de visão do motorista de vista.


A janela de imagem é regulável em altura e para assimilar as informações, o condutor não precisa desviar o olhar da estrada.Também os olhos, acostumados a visão à distância durante a condução, não precisam se ajustar à leitura das informações. O motorista leva cerca de metade do tempo para olhar para o head-up display do que levaria para ler o visor no painel de instrumentos - uma vantagem importante, especialmente em altas velocidades.

A Audi é a primeira fabricante no mundo a oferecer um head-up display colorido com tecnologia de tela TFT, com alto contraste, mesmo em condições difíceis de iluminação. 15 LEDs nas cores azul e branco fornecem a iluminação brilhante para o monitor TFT no qual as imagens são geradas. Um sensor na base do espelho interno adapta o vídeo à luminosidade do ambiente. O motorista também pode ajustá-lo a qualquer momento.


O pára-brisa no qual a imagem é projetada age como um espelho côncavo, que amplia a imagem, criando algumas distorções no processo. Para evitar imagens fantasmas, a peça e a película de isolamento acústico tem um projeto minimamente cônico.

Quando os pára-brisas são fabricados, minúsculos desvios da superfície ideal são impossíveis de evitar. Apesar de apenas alguns centésimos de milímetro de tamanho, tais imperfeições produziria uma imagem ligeiramente irregular no display head-up. A solução da Audi para evitar este efeito foi, durante a produção do A6, a tela ser precisamente calibrado para o pára-brisa de cada carro.


Assistente de visão noturna
Outro sistema de alta tecnologia do novo Audi A6 é o assistente de visão noturna (Audi night vision) , que detecta pedestres e animais. Uma câmera de imagem térmica localizada na grade frontal do veículo funciona como um sistema infravermelho à distância, ou seja, o equipamento reage ao calor irradiado pelos objetos.


Um computador converte as informações da câmera em imagens que são mostradas na tela de 7 polegadas do sistema de informações ao motorista. A câmera com infravermelho, dependendo da velocidade do carro, pode captar objetos até 300 metros à frente, com ângulo de 24 graus de abertura, muito além do alcance do farol alto.

O software de processamento de imagens apresenta os objetos detectados em até 100 metros de distância em amarelo no visor. Em uma situação perigosa, a pessoa é marcada em vermelho e um sinal de alerta soa. A marcação vermelha também pode aparecer, opcionalmente, no display head-up.

Outros sistemas de assistência
Além destes equipamentos, o novo Audi A6 pode vir equipado com outros sistemas de assistência ao motorista, como o Audi side assist, que alerta o condutor sobre o posicionamento de veículos em pontos cegos e que permite troca de faixas mais seguras; e o Audi park assist, para auxílio nas manobras de estacionamento. O condutor precisa só acelerar e frear, enquanto o carro esterça as rodas sozinho para fazer uma baliza.


sexta-feira, 14 de outubro de 2011

FORD AUMENTA O ÍNDICE DE SEGURANÇA NOS SEUS VEÍCULOS

Cinto traseiro inflável já é de série na Explorer


Recebemos do assessor de Imprensa da Ford do Brasil, Célio Galvão, sobre o cinto de segurança traseiro inflável da Ford, pioneiro na indústria que tem sido destacado como o produto recente mais avançado do setor automobilístico. Ele combina os atributos dos cintos de segurança tradicionais e airbags para oferecer proteção extra aos passageiros do banco de trás em caso de colisão. 


Esse sistema é projetado para reduzir as lesões na cabeça, no pescoço e no tórax dos passageiros de trás, principalmente crianças e idosos, que são mais vulneráveis a esse tipo de ferimento. O funcionamento desses equipamentos pode ser visto na animação, acessando o seguinte link:
A Ford introduziu os cintos traseiros infláveis no Explorer 2011, vendido na América do Norte, reforçando ainda mais a extensa lista de inovações de segurança do modelo. Graças a suas tecnologias avançadas de segurança e assistência ao motorista, o veículo tem mostrado ótima aceitação por parte dos consumidores. 

Aproximadamente 40% dos compradores do Explorer são pais, que optam pelos cintos traseiros infláveis. No futuro, essa tecnologia também será oferecida em outros veículos da marca. A mais recente distinção ao cinto de segurança inflável foi o Prêmio de Inovação da revista "Popular Mechanics".


GM HOMENAGEIA EM NOVA PICAPE A FESTA MAIS POPULAR DO INTERIOR DO BRASIL


S10 Rodeio passa a ser produzida no País e chega ao mercado repleta de tecnologia e com muito luxo

Nos últimos 20 anos, os rodeios tornaram-se espetáculos com recordes de público crescentes. O exemplo é o Rodeio de Barretos (SP) assistido por largos milhares de espectadores de todo o Brasil e do exterior.

No segmento das picapes, a S10 é a que faz maior sucesso nesse importante nicho de vendas. A S10, construída em 1996 é líder de vendas que no passado mês de junho atingiram novo recorde de 4.105 camionetes emplacadas.

“Até o final de 2010, a frota de picapes médias no Brasil vai superar um milhão de unidades comercializadas. Para nós é uma honra e uma alegria saber que a S10, sozinha, responde por quase 40% desta frota em circulação” afirma José Carlos Pinheiro Neto, vice-presidente da General Motors do Brasil.
A S10, na versão Executive na foto, é a campeã de vendas do segmento desde 1996 
Com a versão Rodeio a GM homenageia esse espetáculo que como a S10 conquistou o coração e o desejo dos brasileiros, principalmente do interior A picape tem faixas laterais com a palavra Rodeio, que lhe dá um visual diferenciado, mais esportivo, e ressalta ainda mais as habilidades para o fora de estrada”, afirma Ronaldo Znidarsis, diretor geral de Marketing e Vendas da General Motors do Brasil.

A Rodeio oferece também um exclusivo estribo lateral e ganhou rodas de alumínio, aro 16, pintadas em grafite. Vem também com rack no teto – semelhante ao utilizado na versão Executive, a topo de linha –, adesivos no capô, em volta do air scoop, e na tampa traseira, com o nome da versão e as lanternas traseiras têm acabamento fumê e os faróis possuem máscara negra.

O interior da S10 Rodeio mantém a iluminação interna em Ice Blue, na mesma tonalidade do Malibu e do Agile e ainda conta com diversos porta-objetos para acomodar os pertences de todos os ocupantes, além das já conhecidas qualidades, como o bom espaço interno, a boa ergonomia e bom acabamento.


O visual da S10 ainda pode ser incrementado com acessórios originais da Chevrolet: o santantônio, o cover do rack – uma cobertura plástica que deixa o visual ainda mais agressivo – e o protetor de caçamba, além de sensor de estacionamento, GPS, geladeira interna e cabide para jaquetas ou paletó, além de quatro diferentes opções de rádio com CD player e MP3.

Versão intermediária completa mesmo
A S10 Rodeio tem configuração de cabine dupla e opções de motor flex e diesel e nesta última configuração oferece as versões 4x2 e 4x4. Todas as versões – tanto a diesel, quanto a bi-combustível - trarão de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros, travas das portas e espelhos retrovisores elétricos, coluna de direção regulável em altura, vidro traseiro corrediço, piloto automático, duplo airbag e ABS, além do controle deslizante das rodas traseiras, o Trac Lock.


Motores: tecnologia a serviço do consumidor 
O motor 2.4 Flexpower que equipa a S10 Rodeio tem potência superior se comparado aos modelos da concorrência, movidos apenas a gasolina: quando abastecido com álcool, gera uma potência de 147 cv e quando utiliza a gasolina alcança 141 cv.

Já o motor 2.8 turbo diesel eletrônico, dispõe de injeção direta de combustível, além de turbo e intercooler, itens que garantem alto desempenho além de economia de combustível. Esta motorização desenvolve 140 cv de potência e também está na S10 Rodeio, nas versões com tração 4x2 e 4x4.

Vendas espalhadas pelo Brasil
34,4% das picapes S10 são vendidas na região Centro-Oeste, 21,3% no Estado de São Paulo, 13,7% no Nordeste e 11,7% no Estado do Paraná. A GM acredita que o lançamento da Rodeio nacional deve elevar substancialmente as vendas do modelo no país.

 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
CHEVROLET S10 RODEIO 2.4 FLEXPOWER


RESUMO
Modelo:                                  Chevrolet S10 Flexpower
Carroceria / motorização:    Picape, 5 passageiros, 4 portas, motorização dianteira, tração traseira
Construção:                            Carroceria sobre chassis, aço galvanizado nos painéis exteriores
Fabricação:                             São José dos Campos, São Paulo, Brasil
Principal competidor:           Ford Ranger

MOTOR
Modelo:                                    N24XF
Disposição:                             Longitudinal
Número de cilindros:            4 em linha
Cilindrada (cm3):                  2.405
Diâmetro e Curso (mm):       87,5 x 100,0
Válvulas:                                 SOHC, duas válvulas por cilindro
Injeção combustível:            M.P.F.I. (Multi Point Fuel Injection)
Taxa de compressão:            11,5:1

Potência máxima líquida
(ABNT NBR 5484 – ISO 1585): Gas.: 141 cv a 5.200 rpm / Etanol: 147 cv a 5.200 rpm

Torque máximo líquido
(ABNT NBR 5484 – ISO 1585): 21,9 kgfm (215,0 Nm) a 2.800 rpm (Gas. e Etanol)
Combustível recomendado: Gasolina e/ou etanol
Rotação Max. do motor (rpm): 6.000
Bateria: 12V, 60 Ah
Alternador: 100 A
Consumo NBR 7024 (km/l)
(Cidade/Estrada/Média): Gasolina: 8,7 / 11,7 / 9,8
                                              Etanol: 6,2 / 8,0 / 6,9
TRANSMISSÃO
Modelo manual: FSO 1305A
Manual de 5 velocidades à frente sincronizadas
Relação de marchas:
Primeira: 4,65:1
Segunda: 2,42:1
Terceira: 1,49:1
Quarta: 1,00:1
Quinta: 0,80:1
Ré: 3,91:1
Diferencial: 4,78:1

CHASSIS/SUSPENSÃO
Dianteira: Independente, braços articulados e barra de torção, amortecedores telescópicos                                                     hidráulicos pressurizados a gás de alta performance.

Traseira: Feixe de molas semi-elípticas de 2 estágios, amortecedores transversais telescópicos                                           hidráulicos pressurizados a gás de alta performance

Direção: Hidráulica, esfera recirculante
Direção redução:13,0:1 a 15,0:1
Direção número de voltas
(batente a batente): 3,0
Diâmetro de giro (m):12,9

FREIOS
Tipo: Discos ventilados dianteiros, tambores traseiros
Diâmetro x espessura (mm): Dianteiro: 276 x 30; traseiro 279 x 63,5

RODAS/PNEUS
Roda tamanho e tipo: 16 x 7 – Liga leve
Pneus: 235/70R16

DIMENSÕES/PESOS
Distância entre eixos (mm): 3.122
Comprimento total (mm): 5.260
Largura carroceria (mm): 1.782
Largura total (mm): 2.044
Altura (mm): 1.719
Bitola (mm): Dianteira: 1.454; traseira: 1.399
Altura mínima do solo (mm):  228
Ângulo de ataque: 25º
Ângulo de saída: 20º
Peso em ordem de marcha (kg): 1.680
Distribuição de peso
(% dianteira/traseira): 58 / 42

CAPACIDADES
Caçamba (litros): 860
Carga útil (kg): 770
Tanque de combustível (litros): 80
Óleo do motor (litros): 5,75 (6,00 com o filtro)
Sistema de refrigeração (litros): 10,1

DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h): 150 (Gasolina/Etanol)
Aceleração 0 a 100 km/h (s): Gasolina: 12s2 / Etanol: 11s4
Aceleração 0 - 400 m (s): Gasolina: 19s0 / Etanol: 18s7
Aceleração 0 – 1.000 m (s): Gasolina: 36s2 / Etanol: 35s6
Retomada 40 a 100 km/h (s): Gasolina: 16s4 (4a marcha) / Etanol: 15s8 (4a marcha)
Retomada 80 a 120 km/h (s): Gasolina: 17s7 (5a marcha) / Etanol: 16s4 (5a marcha)

CHEVROLET S10 RODEIO 2.8 TURBODIESEL
RESUMO
Modelo: Chevrolet S10 Turbo Diesel Eletrônico – Cabine Dupla
Carroceria / motorização: Picape, 5 passageiros, 4 portas, motorização dianteira, tração traseira e/ou integral
Construção: Carroceria sobre chassis, aço galvanizado nos painéis exteriores
Fabricação: São José dos Campos, São Paulo, Brasil
Principais competidores:Ford Ranger, Mitsubishi L200, Nissan Frontier

MOTOR
Modelo: Y28DTC - MWM
Disposição: Longitudinal
Número de cilindros: 4 em linha
Cilindrada (cm3): 2.799
Diâmetro e Curso (mm): 93,0 x 103,0
Válvulas: SOHC, três válvulas por cilindro
Injeção combustível: Turboalimentado, intercooler com injeção direta eletrônica
Taxa de compressão: 17,8:1

Potência máxima líquida
(ABNT NBR 5484 – ISO 1585): 140 cv a 3.500 rpm

Torque máximo líquido
(ABNT NBR 5484 – ISO 1585): 34,7 kgfm (340,0 Nm) a 1.800 – 2.400 rpm

Combustível recomendado: Diesel
Rotação Max. do motor (rpm): 4.200 ± 100
Bateria: 12V, 60 Ah
Alternador: 100 A
Consumo NBR 7024 (km) (Cidade/Estrada/Média): 12,2 / 15,1 / 13,5

TRANSMISSÃO
Modelo manual: FSO 2405K
Manual de 5 velocidades à frente sincronizadas
Relação de marchas:   
Primeira: 4,47:1
Segunda: 2,29:1
Terceira: 1,38:1
Quarta: 1,00:1
Quinta: 0,65:1
Ré: 3,80:1
Diferencial: 4x2: 4,27:1 (traseiro)
4x4: 4,27:1 (traseiro); 4,27:1 (dianteiro); 2,72:1 (reduzida)

CHASSIS/SUSPENSÃO
Dianteira: 
Independente, braços articulados e barra de torção, amortecedores telescópicos hidráulicos pressurizados a gás de alta performance

Traseira: Feixe de molas semi-elípticas de 2 estágios, amortecedores transversais telescópicos hidráulicos pressurizados a gás de alta performance

Direção: Hidráulica, esfera recirculante
Direção redução: 13,0:1 a 15,0:1
Direção número de voltas
(batente a batente): 3,0
Diâmetro de giro (m): 12,9

FREIOS
Tipo: Discos ventilados dianteiros, tambores traseiros, com sistema de freios antitravamento (ABS)
Diâmetro x espessura (mm): Dianteiro: 274 x 29 (4x4) 276 x 30 (4x2);
Traseiro 279 x 63,5

RODAS/PNEUS
Roda tamanho e tipo: 16 x 7 – Liga leve
Pneus: 235/70R16

DIMENSÕES/PESOS
Distância entre eixos (mm): 3.122
Comprimento total (mm): 5.260
Largura carroceria (mm):1.734
Largura total (mm):  2.044
Altura (mm):  1.704
Bitola (mm):  Dianteira: 1.454; Traseira: 1.399
Altura mínima do solo (mm): 228
Dimensões Internas da caçamba:
Comprimento (mm): 1.477
Largura (mm): 1.438
Altura (mm): 430
Ângulo de ataque:  26º
Ângulo de saída: 22º
Peso em ordem de marcha (kg): 1.815 (4x2); 1860 (4x4)
Distribuição de peso
(% dianteira/traseira): 58 / 42 (4x2); 61 / 39 (4x4)

CAPACIDADES
Caçamba (litros): 860
Carga útil (kg): 1.065
Óleo do motor (litros): 7,5 (8,5 com o filtro)
Sistema de refrigeração (litros): 10,0

DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h): 173
Aceleração 0 a 100 km/h (s): 12s7 (4x2); 13s2 (4x4)
Aceleração 0 - 400 m (s): 18s5 (4x2); 18s7 (4x4)
Aceleração 0 – 1.000 m (s): 34s3 (4x2); 34s8 (4x4)
Retomada 40 a 100 km/h (s): 12s5 (4a marcha)
Retomada 80 a 120 km/h (s): 14s4 (5a marcha)




ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.