segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Coluna Mecânica Online faz retrospectiva automotiva de 2019


Coluna
Mecânica Online 

30 / 12 / 2019



Mecânica Online® completa 20 anos

Num país em que metade das empresas duram apenas três anos, é uma alegria imensa ter a oportunidade de comemorar 20 anos.

Lançado na internet em primeiro de janeiro de 2000, o Portal Mecânica Online® é exemplo constante da evolução da apresentação de conteúdo com o passar dos anos - textos, fotos, animações, vídeos e interatividade tornando a mecânica do jeito que você entende.

Desde seu lançamento o portal apresenta informações sobre manutenção, tecnologia, engenharia, veículos pesados, lançamentos, avaliações e coberturas especiais.
Durante esse período o Mecânica Online® apresentou notícias como o lançamento do Chevrolet Celta, no mesmo ano do site.

Em 2001 avaliamos a Toyota Hilux e o Peugeot 206.
2002 tivemos nossa primeira cobertura do Salão do Automóvel de São Paulo. Evento que sempre contou com a cobertura do Mecânica Online®, desde então.

2003 marcou o surgimento da tecnologia bicombustível pela Volkswagen do Brasil, no momento em que comemorava 50 anos no país. Também aconteceu o lançamento do primeiro SUV urbano, o EcoSport e do Honda Fit, elogiado pelo espaço interno.

Durante a febre das minivans tivemos o lançamento do Volkswagen Fox. O Mecânica Online® já participava das coberturas das etapas Nordeste do Mitsubishi MotorSport.
2004 tivemos a conquista do piloto pernambucano Beto Monteiro, campeão da Fórmula Truck. Acompanhamos de perto o Mini Baja da UFPE.

A boa imagem dos veículos coreanos por aqui é reflexo do lançamento do Hyundai Tucson em 2005. Apostava no espaço interno, robustez e lista de equipamentos. Nesse mesmo ano participamos da Autonor e dos lançamentos dos caminhões eletrônicos e Ranger, pela Ford.

2006 acompanhamos a inauguração do Centro de Treinamento da Honda em Pernambuco. O lançamento do New Civic e o Peugeot 206 Escapade.

Já em 2007 o Honda Civic era destaque entre os consumidores que buscavam agilidade e confiabilidade. Design era o forte do Fiat Punto. Obra do italiano Giorgetto Giugiaro que sobrava com o bom estilo italiano. Entre os lançamentos com nossa cobertura estivemos no Freelander 2, Civic Si, EcoSport e Ka.

Participamos da Flexpedition Leste Oeste, uma expedição organizada pela Chevrolet do Brasil. Saímos de João Pessoa, na Paraíba, até Palmas, Tocantins, avaliando os modelos da marca. Participamos da primeira cobertura na FENATRAN.

2008 marca a inclusão do Mecânica Online em grandes eventos nacionais. Acompanhamos o Novo Corolla, Palio Weekend Locker, Mille Economy, Linea, Meriva, EcoSport 2.0 e Ford Transit.

Nossa primeira cobertura internacional: lançamento do Ford Focus na Argentina. Fomos até Bariloche, conhecer a neve e também os diferenciais que o modelo traria para nosso mercado. Talvez esse tenha sido o ano mais marcante nos eventos de lançamentos. Eu explico.]

O evento da Ford na Argentina foi perfeito, permitindo o conhecimento na prática do veículo combinado com atrações turísticas locais. O lançamento do Fiat Linea teve simplesmente show de Roberto Carlos e Caetano Veloso cantando Bossa Nova. Participamos da expedição Portos Abertos, organizada pela Chevrolet percorrendo o trecho entre Pernambuco e Ceará. No último mês do ano a Iveco apresentou o caminhão Tector durante um cruzeiro de três dias no litoral Sudeste. Eu não falei?

O Mecânica Online® foi se firmando pelo trabalho sério, cobertura em tempo real dos eventos e matérias com informações completas.

2009 marca nosso início no prêmio imprensa automotiva, organizado pela Associação Brasileira da Imprensa Automotiva - ABIAUTO. Aprendemos a fazer carros de madeira no seminário de manufatura na fábrica da Chevrolet em São Caetano do Sul. Acompanhamos muitos lançamentos de motocicletas da Honda, inclusive realizamos nossa primeira visita na fábrica em Manaus.

Entre os lançamentos podemos destacar nossas coberturas no Troller T4, Ford Ranger, Honda City, Audi Q5, S3, TTS e A6, Fiat Strada cabine dupla, 500 e Doblò, Volkswagen Fox e Crossfox, entre outros.

Os anos seguintes mostram que o Mecânica Online® estava no caminho certo. O reconhecimento e participação nos principais eventos nacionais e internacionais marcam o trabalho publicado através do portal.

Em agosto de 2010 realizamos nossa primeira viagem aos Estados Unidos. Atendemos convite da Ford para conhecer em Dearborn, o New Fiesta.

Cobrimos eventos da Chevrolet, Ford, Volkswagen, Peugeot, Audi, Scania, Mercedes-Benz, Fiat, Kia, Toyota, Renault e Iveco.

2011 acompanhamos de perto lançamentos como a Linha Cargo, Kia Soul Flex, Audi A1, Classe C, Passat e Touareg, Audi A7, entre tantos outros. Voltamos aos Estados Unidos, agora para cobertura do lançamento do Fiat 500 em Miami.

Realizamos nossa primeira cobertura internacional na Europa. Atendendo convite da General Motors fomos para Alemanha conhecer o Cruze e o Salão de Frankfurt.

Nesse mesmo ano entrei para a história do segmento automotivo – o mais rápido da imprensa automotiva. Durante apresentação do Audi R8 GT alcancei a marca de 326,5 km/h na pista de testes da Embraer, em Gavião Peixoto, São Paulo. Uma marca que até hoje não foi ultrapassada.
2012 marcou a chegada da nova geração do EcoSport. 

Motorização 1.0 com apenas três cilindros e 120 cavalos de potência. Nova geração também para o Peugeot 307, agora como 308.

JAC Motors apresenta J5 na Bahia. Nova geração do Punto é lançada em Minas Gerais e Chevrolet Onix tem World Premiere no Brasil.

MAN TGX passa a ser produzido no Brasil, Fiat anuncia o Polo Automotivo em Pernambuco e Hyundai inaugura sua fábrica no Brasil e lança o HB20, em Piracicaba, São Paulo.
Fomos até Santiago, no Chile, conhecer o Grand Siena, e em Salta, na Argentina, conhecer a Nova Ranger. Em Los Angeles foi a vez do Novo Fusion.

Passamos a participar do Engine Of The Year, premiação que reconhece os melhores motores mundialmente. Lançamento da Coleção AutoMecânica – Quatro mídias CD-ROM abordando mecânica de forma interativa.

Durante evento de lançamento da Competição Melhor Motorista de Caminhão do Brasil, promovida pela Scania, fui o vencedor da etapa entre os representantes da imprensa.

Conquistei uma viagem para conhecer a sede da Scania na Suécia, viagem que acontece em setembro do mesmo ano. Excelente oportunidade para se encontrar com o futuro da manufatura em Södertälje.

2013 foi o ano com mais coberturas Mecânica Online®. Foram 95 eventos registrados! Nunca antes a “ponte aérea” Recife – São Paulo esteve tão frequente. A BMW realiza cerimônia da pedra fundamental da sua fábrica em Santa Catarina. Participamos pela primeira vez do prêmio Top Car TV.

A sua coluna Mecânica Online conquista menção honrosa no 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo com o segundo lugar entre todas as matérias produzidas para internet concorrentes. A mesma conquista volta a acontecer em 2019, ficando na terceira colocação. Essa conquista é um grande orgulho.

Fomos duas vezes ao Chile, a primeira com a Ford para testar o Novo Cargo Extrapesado no deserto do Atacama e 15 dias depois com a Iveco, em Santiago, conhecer o caminhão Hi-Way.

Durante 10 dias atendemos convite da Volkswagen do Brasil e visitamos pela segunda vez a Alemanha - Berlim, Wolfsburg e AutoStadt – A cidade do automóvel. Segunda cobertura do Salão de Automóvel de Frankfurt.

Pelo período de uma semana realizamos nossa cobertura mais distante até então: conhecer as instalações da Hyundai na Coreia do Sul, entre elas, o maior complexo automotivo no mundo localizado na cidade de Ulsan.

E a Copa do Mundo é no Brasil. 2014 foi um ano diferente para as coberturas do segmento automotivo. Realizamos nossa primeira cobertura da Campus Party atendendo convite da Ford.

Voltamos na Argentina, agora para testar o Novo Uno. O Up! é apresentado em Gramado, RS. Conhecemos a Fórmula 1 em Interlagos através de convite da Nissan, marca que inaugurou sua fábrica no Brasil, em Resende, RJ.

Em 2015 acompanhamos o lançamento do Fiat Bravo, Honda HR-V, Jeep Renegade, GLA 250, Audi TT, motorização turbo Volkswagen, entre tantos outros. Tivemos a inauguração do Polo Automotivo Jeep em Goiana, Pernambuco.

Participamos da convenção mundial de imprensa da Bosch, em Boxberg, Alemanha. Um evento sem igual por permitir conhecer na prática as tecnologias atuais e em desenvolvimento oferecida pela marca para os diversos fabricantes automotivos. Foi nossa primeira experiência em um veículo autônomo. Estivemos na Argentina acompanhando a Michelin, Scania e Toyota.

Foi nossa primeira participação no Prêmio Motor do Ano, promovido pela Revista AutoEsporte, como votante na categoria dos motores. Henrique Pereira chega na equipe para somar ainda mais no conhecimento técnico e de engenharia.

A picape Fiat Toro foi uma das grandes novidades em 2016, juntamente com o Mobi. A Mercedes-Benz comemorou 60 anos de Brasil e realizou a inauguração de uma nova fábrica, agora em Iracemápolis, a Nova Ranger foi apresentada em Puerto Iguazú, Argentina. Fomos até o Rio de Janeiro acompanhar as Olímpiadas, atendendo convite da Nissan.
Jeep Compass tem seu lançamento e Scania testa ônibus com GNV, ambos em Pernambuco. Comemoramos os 75 da Jeep durante expedição na Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso.

O Honda WR-V foi o primeiro lançamento de 2017. Depois acompanhamos o Renault Captur e Kwid, Nova Frontier, Fiat Argo, Kicks Nacional, Sprinter 20 anos, Novo Polo, Equinox e Mustang, como principais lembranças de um ano bastante movimentado em coberturas.

No mês de abril a Scania iniciou suas comemorações de 60 anos de Brasil, onde fomos agraciados com uma bela homenagem em sua fábrica em São Bernardo do Campo.
Fomos mais uma vez na Argentina, dessa vez, em La Plata, conhecer as instalações da YPF e seus processos de produção de óleos lubrificantes.

E o Mecânica Online® que iniciou suas atividades na capital pernambucana vai acelerar num dos templos do automobilismo mundial: Maranello.

2018 marcou nosso retorno na Europa, agora na Itália, para conhecer de perto a Ferrari 488 Pista. Uma cobertura completa em todos os sentidos, desde os testes até a produção dos vídeos e fotos.

Estivemos em muitas coberturas, entre elas o Volkswagen Virtus e T-Cross, Fiat Cronos, Fábrica 4.0 Mercedes-Benz, Ford Mustang, Volvo XC40, Actros 2651, Campo de Provas da Mercedes-Benz, Toyota Yaris, Novo Spin, C4 Cactus, Eclipse Cross, Arrizo 5, Tiggo 5X, Jac T50 e a nova geração de caminhões da Scania.

Prestes a completar seus 20 anos, 2019 marcou uma cobertura que faltava em nossa história: a última edição do Salão de Detroit, literalmente no frio do início de ano nos Estados Unidos. Em 2020 será no meio do ano, verão por lá. Estive Em Detroit atendendo convite da FCA.

Também voltamos a atravessar o mundo para conhecer em primeira mão a nova família do Hyundai HB20 na Coreia do Sul. Mais uma oportunidade para ver de perto a evolução na manufatura no complexo de Ulsan.

Entre os destaques de chamadas no portal acompanhamos o Tiggo 7, Novo Classe A, EcoSport com pneus runflat, JAC T80, Audi RS4 e RS5, T-Cross 200 TSI, nova diretoria da ANFAVEA, Argo Trekking, Pajero Sport HPE, Edge ST, Jetta GLI, Toro 2020, Fiat Safety Center, Sandero 2020, Ranger e New Onix.

Também foi em 2019, no Brasil, o lançamento mundial da tecnologia híbrida bicombustível apresentada no Toyota Corolla. Dois motores elétricos e um motor de combustão interna bicombustível.

E vamos comemorar nossos 20 anos. O que nos falta agora? Agradecer.

É por você que trabalhamos, que buscamos as melhores pautas e ideias para fugir do comum. Obrigado por sua audiência, por compartilhar com os seus, por acompanhar nosso trabalho.

Agradecemos todas as assessorias de imprensa que nesse período nos acompanharam e reconheceram nosso trabalho.
Temos a convicção que desempenhamos papel importante como ferramenta útil para nosso leitor no conhecimento de produtos e tecnologias. Agradecemos todos os convites e oportunidades juntos.

Foram mais de 390 carros avaliados nesse período, sem nenhum registro de acidente.

Agradecemos aos colaboradores e parceiros que sempre nos ajudaram a manter o site atualizado. E se não fossem os patrocinadores, com certeza, não estaríamos por aqui ainda. Muito obrigado.

2020 será um ano de desafios. Já acompanhamos uma revolução na imprensa automotiva, mas acreditamos que a informação técnica, com conteúdo e principalmente, desenvolvida por pessoas com formação na área automotiva vai continuar a ter espaço, seu público continua ávido por mais informações.

Antes de tudo, que tenhamos saúde e possamos sobreviver em nosso Brasil.

Feliz 2020 para todos nós, iniciamos agora o Mecânica Online 2.0.


FCA faz recall de Fiat 500 Campanha envolve 2.178 unidades do modelo 2012/2013 que podem ter problema no cabo de seleção de marchas da transmissão




A FCA - Fiat Chrysler Automóveis Brasil Ltda., convoca os proprietários dos veículos Fiat 500, ano/modelo 2012/2013, equipados com câmbio automático para, a partir de 10 de fevereiro de 2020, agendarem seu comparecimento em uma das concessionárias Fiat, a fim de que seja providenciada, gratuitamente, a substituição do ajustador do cabo de seleção de marchas.

Foi identificada a possibilidade do cabo de seleção de marchas se soltar da transmissão, ocasião em que não será possível alternar entre as posições (P, R, N e D), permanecendo a transmissão na última posição anterior à soltura do cabo. Tal situação poderá impedir o deslocamento do veículo ou fazer com que o veículo se mova inadvertidamente, aumentando o risco de acidente, com potenciais danos materiais, físicos ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo ou terceiros.

A FCA solicita aos consumidores que antes de arrancar e após estacionar os seus veículos se atentem à posição da marcha indicada no painel de instrumentos.

Estão envolvidas nesta campanha 2.178 unidades do Fiat 500, com os números de chassis não sequenciais (últimos seis dígitos) de 128562 a 595770. O tempo mínimo para o reparo é de aproximadamente 1 (uma) hora. Solicitamos que agende sua visita previamente na concessionária Fiat de sua preferência.

Para consulta dos números dos chassis envolvidos e/ou mais informações, consulte o site www.fiat.com.br ou contate a Central de Serviços ao Cliente Fiat pelo telefone 0800-707-1000 ou pelo Whats app por meio do número (31) 2123-6000.

Com esta iniciativa, a FCA visa a assegurar a satisfação de seus clientes, garantindo a qualidade, a segurança e a confiabilidade dos veículos da marca Fiat.

Tags

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Coluna Fernando Calmon aborda um tema muito sensível: recall



Coluna                 
Fernando Calmon



Nº 1.077 — 26/12/19



QUANDO RECALL FICA
AINDA MAIS CARO

O histórico de recalls no Brasil é longo. O primeiro aconteceu em 1970, envolvendo 50.000 unidades do Ford Corcel. Havia sido lançado no final de 1968 e se corrigiu um defeito que causava instabilidade direcional e consumia pneus dianteiros em demasia.  

Naquela época não existia um controle rígido sobre segurança. Tanto que a primeira convocação registrada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) só ocorreu em 1998 e atingiu 23.800 ônibus OF 620 da Mercedes-Benz com problema no suporte da coluna de direção.

Recall é uma palavra da língua inglesa que tem vários significados, entre eles revocar (chamar de volta) também existente em português. Então revocação seria o termo exato, embora de pouco uso. O conceito, às vezes, costuma ser confundido. 

Essa ação corretiva se refere apenas a itens que impactam na segurança do carro e de terceiros. Defeitos técnicos gerais ou de controle de qualidade estão fora do contexto, desde que sem potencial de causar acidentes.

Um caso recente levantou discussões. A Volkswagen resolveu, em 2017, revocar a picape Amarok para retirar o dispositivo condenado em outros países por fraudar testes de emissões. 

O tal dispositivo estava, segundo a VW, desabilitado no Brasil e aquele motor diesel atendia as normas do país. Estas são frouxas (por enquanto) em relação à Europa e aos EUA. A empresa recebeu multas do Ibama, da Secretaria Nacional do Consumidor e do Procon de São Paulo. 

A discussão continua na Justiça e até hoje não se resolveu.
Recalls acontecem às centenas no mundo e atingem todas as marcas, de generalistas às premiums. Airbags defeituosos da Takata levaram à falência a fornecedora japonesa depois de atingir mais de 100 milhões de automóveis em vários países desde 2014. 

Foi o pior evento desse tipo na história. No Brasil, a maior operação incluiu mais de um milhão de modelos Chevrolet, Corsa e Tigra, em 2000, para corrigir a fixação do fecho dos cintos de segurança dianteiros.

Há um mês o novo Chevrolet Onix Plus passou por revocação depois de uma unidade no Maranhão pegar fogo. Por erro de calibração da central eletrônica, um processo severo de pré-ignição destruiu pistões, bielas, bloco do motor e provocou incêndio que consumiu o carro de ponta a ponta. 

Antes houve outro incêndio no pátio da fábrica, em Gravataí (RS). Mas o fogo começou no interior do sedã, em unidade estacionada, por outra causa que a GM não informou. No total, 19.050 veículos receberam a mudança.

Recentemente o mesmo modelo apresentou vazamento de combustível. A empresa, até o momento, não decidiu ir além de uma campanha de serviço. Trata-se de um estágio intermediário, sem ligação a um recall, quando o fabricante julga que os riscos são muito baixos. Existe ainda uma etapa básica para corrigir falhas de acabamento em cortesia.

Informações não oficiais relatam que a substituição do conector na saída do tanque de combustível resolve o problema, durante passagem dos carros pelas oficinas das concessionárias nas revisões em garantia ou outros motivos. 

Mas a GM terá de convencer o Procon de que este não é caso de revocação. Há ameaça de aplicação de uma multa de R$ 10 milhões. O processo de análise de riscos inclui encontrar a solução, encomendar novas peças (como neste caso), passar pelo crivo jurídico interno, preparar a rede de concessionárias e aprovar tudo junto ao DPDC. 

A providência final é o anúncio nos meios de comunicação.
A matriz das fabricantes faz parte do arcabouço de detecção e resolução destes casos. No caso do Onix, projeto global, isso se torna ainda mais sensível por envolver outros países. Para complicar, os fornecedores podem ser diferentes.

Recalls, em geral, não abalam um fabricante por ser inerente ao processo industrial. Ser forçado por autoridades regulatórias, em vez de tomar a iniciativa, é uma situação que já aconteceu até no exterior. E aí um arranhão na imagem pode se tornar ainda mais caro.
_______________________________________________________________________________________________________
fernando@calmon.jor.br e www.facebook.com/fernando.calmon2

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Mercedes-Benz traz seu novo conceito de atendimento para mais um concessionário na cidade de São Paulo· Loja, na Faria Lima, dobrará a sua capacidade no atendimento de pós-venda. · Concessionário está localizado no coração econômico da cidade



A Mercedes-Benz apresenta, em mais um concessionário de automóveis na cidade de São Paulo, o seu novo conceito de atendimento ao cliente. Desta vez, a loja do grupo Comark, localizada em uma das mais importantes regiões econômicas da cidade, a avenida Faria Lima, passa a oferecer a nova configuração em sua área de pós-venda e, com isso, amplia a sua capacidade de atendimento diário ao público.

“Oferecer o máximo de conforto e facilidade durante a visita de um cliente à nossa loja é um compromisso da Mercedes-Benz com seu público. Estamos ampliando a presença do novo conceito de atendimento da marca na nossa rede de concessionários, que traz, mais uma vez, o cliente para o foco dos nossos negócios”, afirma Holger Marquardt, managing diretor de Marketing e Vendas de Automóveis para a América Latina e Caribe.


Seguindo o novo padrão de identidade corporativa da marca, a loja conta agora com uma nova recepção na área de pós-venda. A reforma trouxe, também, um novo showroom de seminovos para o local, que agora conta com a exposição de oito automóveis em área coberta.

Com foco em melhorias nos serviços oferecidos aos clientes da marca, a Comark Faria Lima dobrou sua capacidade de atendimento, ampliando de seis para doze o número de boxes em sua oficina, todos equipados com elevadores pantográficos, que agilizam significativamente o serviço. Este investimento possibilita que a loja passe a atender 35 clientes por dia e pretende aumentar o fluxo de visitantes à loja em até 40 por cento.




Pensando em cada momento que o cliente vivencia dentro do concessionário, a Comark reforça a sua preocupação com o bem-estar do seu público. Ampliando as opções em seu showroom, a loja, que já contava com o restaurante Olea Lounge, passa a contar com o Café Comark, oferecendo conforto e uma nova opção para disfrutar em diferentes horários do dia.

“Seguimos colocando o nosso cliente em primeiro lugar. As novas instalações representam o nosso compromisso de oferecer mais conforto, praticidade e agilidade na sua passagem pela nossa loja. Dobramos a nossa capacidade de atendimento na oficina e ampliamos significativamente a nossa possibilidade de atendimento diário, tudo isso mantendo a qualidade pela qual somos reconhecidos”, afirma Arnaldo Diniz, diretor da Comark.

O Grupo COMARK, fundado em 1990, possui uma segunda unidade na cidade de São Paulo, localizada na Rua Colômbia, no Jardins, e atua na venda de automóveis Mercedes-Benz desde a sua inauguração.


Serviço
Comark Faria Lima
Endereço: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 3244, Itaim Bibi - São Paulo
Telefone: (11) 2122-0700

Horário de atendimento:
Vendas: segunda a sexta, das 8h às 19h, e aos sábados, das 9h às 17h

Pós-venda: segunda a sexta, das 8h às 19h

domingo, 22 de dezembro de 2019

FCA abre inscrições para Programa de Estágio 2020 Serão 150 vagas para diversas áreas com atuação em uma das unidades da companhia nos estados de Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro ou ainda no Distrito Federal




A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) está com inscrições abertas para seu Programa de Estágio 2020. Serão 150 vagas com oportunidades são para compor os times das áreas Comercial, Comunicação, Compras, Engenharia, Finanças, Jurídico, Manufatura, Qualidade, Recursos Humanos, Supply Chain e Tecnologia da Informação.

Os locais de trabalho são as plantas Fiat de Betim (MG), Jeep de Goiana (PE), powertrain de Campo Largo (PR) e componentes de Jaboatão dos Guararapes (PE), além dos escritórios de Nova Lima (MG), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Campinas (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Curitiba (PR) e Recife (PE).

As vagas a serem preenchidas são nas áreas de formação em Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Direito, Designer Gráfico, Economia, Engenharias, Estatística, Nutrição, Psicologia, Secretariado e Tecnologia da Informação. Os candidatos devem ter disponibilidade para estagiar durante 30 horas semanais.

O Programa de Estágio FCA tem duração mínima de um ano e máxima de dois anos. A conclusão do curso deve ocorrer entre julho de 2021 a julho de 2022. As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de janeiro de 2020, através do hotsite: https://www.estagiofca.com.br/.

Além da bolsa-estágio, o programa também oferece benefícios de transporte, alimentação, seguro de vida e desconto na compra de automóveis após um ano de estágio. Os estudantes terão a oportunidade de desenvolver suas habilidades e potencializar seu talento, através da troca de experiências com profissionais experientes em um time inovador e colaborativo.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

A linha 2020 da Volkswagen Amarok, a picape mais tecnológica do segmento, está chegando às revendas com novidades, entre alterações estéticas e mudanças de equipamentos. Os preços variam de R$ 130.590, da versão S a R$ 210.280 da V6 Extreme automática, topo de linha




A versão topo de linha, Amarok V6 Extreme, passou por modificações na dianteira e conta com um novo defletor, pintado na cor da carroceria. A Amarok V6 Highline traz agora de série novas rodas "Rawson" de liga leve com 18 polegadas. Opcionalmente, a Highline também pode vir equipada com rodas "Milford" de liga leve, com 19 polegadas - opção disponível também para a versão Highline 2.0 biturbo.

Item de série nas versões Comfortline, Highline, V6 Highline e V6 Extreme, o pacote do protetor da caçamba passa a incorporar agora o protetor antifurto do estepe, com cinco níveis de proteção. O protetor conta com chave segredo exclusiva e inviolável, tubo de aço de proteção para o cabo de aço para movimentação do pneu sobressalente, placa de proteção inferior para o suporte de fixação e maior resistência mecânica e à corrosão, para uma durabilidade ainda maior.

O pacote do protetor de caçamba com protetor antifurto do estepe também é oferecido, como opção, para a Amarok SE.


Capota marítima e estribo
Um novo pacote opcional para todas as versões Comfortline e Highline reúne a capota marítima para a caçamba e os estribos laterais. A capota, que oculta e protege a carga, possui trava em alumínio, com mecanismo de abertura robusto e de fácil operação. 

A cobertura corre em trilhos laterais com rápido acoplamento, que garantem a agilidade ao abrir e fechar. O material da cobertura é uma lona especial com trama de alta resistência aperfeiçoada, com grande durabilidade. Para a versão Extreme, que já inclui os estribos de série, a capota marítima é oferecida individualmente como opcional.

Item muito valorizado pelo lado estético, o estribo dá ao veículo um visual de maior elegância nas laterais. Do ponto de vista funcional, os estribos facilitam o embarque e desembarque do motorista e passageiros. O acessório é feito de alumínio, resistente à corrosão e de alta durabilidade, e tem capacidade de carga para até 150 kg.

Linha completa
A linha Amarok 2020 é oferecida em seis versões, que vão da V6 Extreme à Amarok S, voltada para uso no trabalho. No topo da gama, a Amarok V6 Extreme e a V6 Highline contam com o motor 3.0 V6 de 225 cv e torque de 550 Nm - o mais potente do segmento, associado ao câmbio automático de oito marchas.

Esse conjunto permite que a picape atinja 100 km/h, partindo da imobilidade, em apenas 8 segundos - desempenho equivalente ao de veículos esportivos muito mais leves. A velocidade máxima é 190 km/h.

A Amarok V6 Extreme se destaca visualmente tanto pelo exterior como pelo interior. O modelo topo de linha conta com rodas "Talca" de liga leve com 20 polegadas de diâmetro, estribos laterais de série e santantônio esportivo. Na cabine, os bancos são revestidos em couro Nappa, os pedais têm capas esportivas cromadas e os tapetes são exclusivos. 

O sistema de informação e entretenimento inclui espelhamento de smartphone e tela de 6,33 polegadas. O volante multifuncional, com regulagem de altura e distância, inclui comandos para o sistema de infotainment e dá acesso às funções do computador de bordo da picape. Também traz as aletas (shift paddles) para mudanças de marcha.

As versões Comfortline e Highline automáticas (também com oito velocidades) contam com o eficiente motor quatro cilindros biturbo de 180 cv e 420 Nm de torque, que também equipa a SE, que tem câmbio manual de seis marchas. A versão S utiliza o motor turbodiesel de 140 cv e tem câmbio manual.

Dirigibilidade e segurança
Seja qual for a versão, a Amarok se caracteriza pela dirigibilidade e conforto, sobretudo em viagens. A suspensão garante um comportamento dinâmico muito próximo ao de um automóvel, com pouca inclinação nas curvas e uma direção extremamente precisa. 

A segurança é outro ponto alto em toda a linha e abrange desde a arquitetura do veículo aos sistemas auxiliares, como o controle eletrônico de estabilidade e tração, freios ABS com função off-road e sistema de frenagem pós-colisão.

O desempenho fora de estrada também é digno de nota: a Amarok conta com recursos que permitem enfrentar com desenvoltura caminhos bastante acidentados. 

Entre os destaques da picape da Volkswagen estão a capacidade de enfrentar rampas acentuadas mesmo com carga máxima e a administração da distribuição de força entre as quatro rodas, que facilita a condução em pisos escorregadios, lama e areia. Um recurso importante é o freio ABS off-road, que otimiza o comportamento do sistema antibloqueio das rodas em caminhos não asfaltados.

Engate removível para reboque com TSA
Todas as versões da Amarok trazem de série o engate removível para reboque, o qual incorpora o sistema de estabilização para reboque TSA (Trailer Stabilization Assist System).

Com o engate original de fábrica, o sistema de estabilização do reboque passa a atuar conjuntamente com o controle eletrônico de estabilidade (ESC). Se o reboque ou trailer começar a oscilar ou pendular com maior intensidade, o sistema reduz o torque do motor e freia as rodas da picape e do reboque - até a estabilização completa desse último, permitindo uma condução segura da Amarok.
Equipada com o engate o removível, a Amarok V6 Highline pode tracionar carretas ou trailers, com freio próprio, de até 2.710 kg.

Baixa desvalorização
Um levantamento da KBB Brasil (Kelley Blue Book), realizado a pedido do site da revista Exame, apontou que a Amarok V6 teve apenas 7,81% de desvalorização no primeiro ano de uso, um dos menores índices entre os veículos com tração nas quatro rodas mais vendidos no País.

O estudo levou em consideração todos os modelos que possuem versões 4X4, sendo avaliada a mais completa oferecida. A seleção dos veículos foi feita segundo as vendas totais em 2018, de acordo com a Fenabrave (Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores). A depreciação em um ano é realizada pela comparação entre o veículo novo no passado e o usado atualmente.

A Kelley Blue Book é uma das plataformas de cotação de preços de carros, mais reconhecidas nos Estados Unidos e atuante em diversos países. A empresa está no Brasil desde 2017.

Versões e preços
Os preços sugeridos para a linha Amarok 2020 são os seguintes:
Amarok S turbo cabine simples manual 4x4: R$ 130.590
Amarok SE biturbo cabine dupla automática manual 4x4: R$ 156.290
Amarok Comfortline biturbo automática 4x4: R$ 177.980
Amarok Highline biturbo automática 4x4: R$ 193.380
Amarok V6 Highline automática 4x4: R$ 199.280
Amarok V6 Extreme automática 4x4: R$ 210.280

Coluna Mecânica Online e os carros vencedores do Prêmio Abiauto


Coluna
Mecânica Online

20 / 12 / 2019



==============================================
Feliz Natal para todos nós
==============================================


Os carros mais premiados em 2019



A coluna do dia 20 de dezembro já é conhecida por apresentar um resumo com carros mais premiados nos prêmios automotivos que participo. Em 2019 participei de quatro importantes e significativos prêmios do segmento automotivo: AutoEsporte na categoria dos motores, Top Car TV, Top Truck TV e Prêmio Imprensa Automotiva, promovido pela ABIAUTO. Foram 30 categorias que destacam veículos, caminhões, motores, tecnologias e executivos.

O resultado desses prêmios pode ser utilizado por você, consumidor, que procura um novo veículo e ainda tem algumas dúvidas. A escolha de um novo veículo é normalmente determinada pelas necessidades que você e sua família possuem.

A Toyota foi a grande vencedora entre os veículos, conquistando 26,1% das categorias concorrentes. A Mercedes-Benz veio logo atrás com 21,7% das categorias vencedoras, seguida de perto pela CAOA Chery, com 17,4%. A Fiat conquistou 13%, enquanto Audi e Ford ganharam dois prêmios cada uma e a Renault levou um prêmio.



O principal motivo das tantas conquistas da Toyota foi o lançamento do Corolla. Nas três premiações que participei o Corolla foi destaque. Foram seis categorias vencedoras, enquanto Argo, Q8, Tiggo 5X e Ranger ganharam duas. Cronos, GLC 300, Classe A Sedan e Classe E conquistaram uma categoria vencedora.

Desde seu lançamento, o Novo Corolla já soma 15 mil unidades vendidas no Brasil, superando as expectativas iniciais em 15%. Deste total, 22% das vendas foram representadas pela configuração Híbrida flex, enquanto as demais versões 2.0L Dynamic Force representam 78%. Vale mencionar que, no Brasil, o modelo é líder de seu segmento há cinco anos consecutivos.

Atualmente, o Novo Corolla produzido no Brasil é exportado para Argentina, Paraguai, Uruguai, Equador e Colômbia. No mundo, o modelo é fabricado em 15 locais diferentes e vendido em mais de 150 países, com vendas que superam 45 milhões de unidades desde 1966, ano de sua estreia.

O Novo Corolla, lançado pela Toyota do Brasil em setembro deste ano, obteve nota máxima de segurança segundo os mais atuais protocolos em teste de colisão realizado pelo Latin NCAP, braço do renomado programa Global NCAP, que promove testes de segurança de automóveis comercializados na América Latina.

O sólido resultado de cinco estrelas, válido para adultos e crianças, se deve principalmente ao fato de o veículo ser equipado, desde a versão de entrada, com Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e sete airbags (sendo dois frontais, um de joelho para o motorista, dois laterais e dois de cortina).

O lançamento da 12ª geração do veículo mais vendido do mundo faz parte de um novo capítulo na história da Toyota do Brasil e na região da América Latina, além de representar um divisor de águas na indústria automotiva brasileira. Pela primeira vez, um veículo híbrido é produzido nacionalmente, além de ser o primeiro em todo o mundo a receber a inédita tecnologia híbrida flex.




O Novo Corolla é construído sob a plataforma GA-C, derivada da TNGA, sigla em inglês de Toyota New Global Architecture (Nova Arquitetura Global Toyota), que diz respeito a uma filosofia de fabricação focada em melhorar drasticamente o desempenho do carro e destacar as características únicas de cada modelo, melhorando significativamente os componentes essenciais que fazem parte do veículo e têm um impacto direto no design, conforto, desempenho e segurança.

Além de se consolidar como o sedã médio mais seguro da América Latina, a partir deste resultado, o Novo Corolla torna-se ainda o veículo mais seguro já produzido pela Toyota em seus mais de 60 anos de trajetória no País, o que demonstra o comprometimento da fabricante com a segurança, um de seus pilares fundamentais.

Quando entramos nos veículos pesados, a Mercedes-Benz conquistou 42,9% dos prêmios possíveis, foram três categorias das sete em disputa. A Volkswagen Caminhões e Ônibus teve duas vitórias, enquanto Scania e Hyundai CAOA conquistaram uma categoria.

“Cada prêmio simboliza o alto nível de qualidade dos produtos Mercedes-Benz, que são referência em conectividade, tecnologia e segurança. Ter o reconhecimento de profissionais especializados do segmento automotivo reforça que estamos seguindo uma estratégia focada em atender as necessidades de cada cliente de forma exclusiva”, afirma Holger Marquardt, diretor de marketing e vendas de automóveis da Mercedes-Benz para a América Latina e Caribe.

O Actros 2651 foi o grande vencedor entre os pesados. A nova geração da Scania, HR 2.5, Delivery 9.170, Constellation 32.360 e Atego 1419 venceram em suas categorias.

“Essas premiações nos mostram que estamos no caminho certo. Estamos, cada vez mais, ouvindo os nossos clientes e transformando suas necessidades em soluções completas de transporte”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.

De acordo com o executivo, a dupla premiação do Actros consolida o reconhecimento dos clientes ao top de linha da marca, que, a partir de 2020, traz uma série de inovações para garantir mais eficiência e rentabilidade no transporte de cargas.

“O Novo Actros é o primeiro caminhão digital do mercado brasileiro e o mais inteligente, conectado, eficiente e seguro do País”, diz Philipp Schiemer.

Outros prêmios que merecem destaque: melhor performance empresarial (Melhor montadora) - Mercedes-Benz; Melhor executivo de montadora - Philipp Schiemer (Mercedes-Benz); Melhor performance empresarial (Melhor montadora) CAOA Chery; Melhor executivo de montadora - Carlos Alberto de Oliveira Andrade; Melhor comercial de TV Produto - Renault Kwid OutSider, com Caverna do Dragão, agência DPZ&T e Melhor inovação tecnológica automotiva - Toyota – Sistema Híbrido Flex.


Mecânica Online

CES 2020
Grupo Renault apresentará em pré-estreia uma solução de conectividade entre o carro e a casa, desenvolvida em conjunto com a Otodo. Esta solução permite uma comunicação automática e segura entre o veículo e os objetos conectados da casa, que são controlados diretamente por meio do painel de instrumentos do veículo.

Pastilhas de freio
Sem as pastilhas, o veículo simplesmente não freia. Os componentes são responsáveis pela ação necessária para parar o movimento de rotação das rodas do veículo. Por isso, antes de viajar, cheque se não estão desgastadas ou com algum ruído estranho. 

A espessura útil do material de atrito das pastilhas com o disco de feio não pode ter menos de 3 milímetros. É importante lembrar também que elas não devem ser lixadas quando sua superfície está com aspecto vitrificado, o mais indicado mesmo é fazer a troca. Quando realizada a substituição dos itens, o motorista deve evitar frenagens muito bruscas nos primeiros dias.

Herdeiros
Notícia auspiciosa recebida hoje da famosa Universidade da Pensilvânia, fundada em 1740 por Benjamim Franklin, comunica a aceitação de Phillipe Andrade, segundo filho do casal Carlos Alberto de Oliveira Andrade e Izabela de Oliveira Andrade, pela Wharton School, considerada a melhor escola de negócios do mundo. 

Dessa forma, Philippe repete o êxito de seu irmão Carlos, aceito há dois anos atrás em outra renomada “Ivy League”, a não menos importante “Brown University”. Assim a CAOA e seu Chairman, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, qualificam seus herdeiros para administrarem o conglomerado de negócios que se projeta no cenário mundial como um de seus mais promissores players.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Coluna Fernando Calmon: etanol ou carro elétrico?




Coluna                          
Fernando Calmon 

Nº 1.076 — 17/12/19



ETANOL É ALTERNATIVA
VIÁVEL AO CARRO ELÉTRICO



Terminou domingo passado a Cúpula do Clima (COP-25), da Organização das Nações Unidas, realizada em Madri. A preocupação permaneceu sendo as emissões mundiais de gás carbônico (CO2) que a maioria dos cientistas aponta como responsável pelo aquecimento do planeta e consequentes mudanças climáticas. Todos os países teriam de fazer um esforço gigantesco para limitar esse aumento de temperatura a 1,5 °C até o fim do século.

Embora os transportes terrestres não sejam a única – nem a principal – fonte de CO2, há certa “perseguição” ao automóvel. O problema é tão complexo que, mesmo a COP-25 se estendendo por dois dias além do programado, não se chegou a consenso de como financiar globalmente os enormes gastos decorrentes das metas. Nem reunindo cerca de 200 países, apareceu a fórmula aceitável por todos.

O impacto sobre a indústria automobilística mundial ocorre de modo implacável, mas alguns países têm posições dúbias ou irreais. Os EUA são o único fora do acordo do clima, embora seja o maior emissor. 

A China apoia e até toma decisões em favor das limitações, mas ainda está longe de gerar bastante energia elétrica isenta de carbono. Índia, quase tão populosa como a China, não demonstra compromisso relevante.

Existem mecanismos financeiros compensatórios, a exemplo de compra e venda de créditos de carbono. Os países teriam de se ajudar mutuamente, mas o grande problema é precificar e decidir quem paga e quem recebe. 

O Brasil até aparece bem na foto. Na próxima semana, começa o programa Renovabio. Os primeiros créditos de carbono para comercialização (Cbio) estarão disponíveis no início de 2020.

Na safra 2019/2020 o País produzirá 33,5 bilhões de litros de etanol hidratado e anidro (para mistura à gasolina). Trata-se de volume recorde e corresponde a quase 50% de participação no abastecimento da frota de veículos leves. O mais importante: redução de 80 milhões de toneladas de CO2 equivalente, em um ano.

No entanto, algum ruído surge agora quanto às emissões de gases poluentes regulados: óxidos de nitrogênio (NOx) e hidrocarbonetos (HC) que combinados geram ozônio em baixa altitude. É um gás irritante das vias respiratórias. O Brasil tem um programa rigoroso de controle, o Proconve. A partir de 2025, exigirá cortes severos desses subprodutos da combustão para gasolina e etanol.

Alguns afirmam que até 2030 não haverá tecnologia para o etanol atender ao Proconve e preconizam o abandono gradual deste combustível. Entretanto, existem meios conhecidos de limitar NOx e HC, na gasolina e no etanol, a preço razoável. Quem tem engenharia mais concentrada no exterior, parece mostrar menos interesse em desenvolver motores para o Brasil.

Há quem defenda transição mais acelerada para carros elétricos a bateria. O motor a etanol seria, então, um estorvo. Mas esquecem do balanço de CO2 em que nosso combustível vegetal é altamente competitivo, a preço menor e sem mudar infraestrutura.

ALTA RODA

DEPOIS do “nada contra” do governo francês (sem poder de veto, mas poderia atrapalhar) e apenas seis semanas de negociações, PSA e FCA assinaram o memorando de fusão para criar o quarto maior conglomerado de marcas do mundo, atrás de dois grupos, VW e Toyota, e da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Valor de mercado em bolsas (US$ 46 bilhões) supera o da Ford. Toyota é a maior em valor.

FORD também entrou na onda de anunciar número de lançamentos e “ações de produto” que são apenas versões especiais. Além do Mustang Black Shadow apresentado agora (R$ 328.900), contabiliza outros oito em 2020. Confirmado é o SUV médio Territory; há chance para estreias do Escape híbrido e Ranger Raptor. As demais são iniciativas de menor impacto.

NADA MENOS de 20 modelos e versões despediram-se do mercado brasileiro ao longo de 2019. Outros cinco permanecem na “UTI” e serão descontinuados em breve. Por outro lado, o ano que termina foi marcado por mais de 20 lançamentos de veículos inteiramente novos entre nacionais e importados de várias origens. Uma das maiores safras de inéditos de todos os tempos.

KIA CERATO deu um salto em estilo, sem perder ótima relação preço-benefício. Novo motor de 2 litros flex (167 cv/etanol), câmbio automático de seis marchas e quatro modos de controle do Sport ao Smart (grava o modo de dirigir prevalecente do motorista) garantem agilidade surpreendente em qualquer condição. Central multimídia com tela de 8 pol. é das mais fáceis de operar.

A tecnologia acabará com as fichas de perfil de seguro e permitirá acompanhar a utilização real do veículo para avaliar todos os riscos que precificam a apólice. Além disso, segundo Amit Louzon, CEO da Ituran, empresa especializada em rastreamento, novos algoritmos conseguem reduzir de 55 para 26 minutos o tempo de localização de carros furtados ou roubados.
___________________________________________________________________________________
fernando@calmon.jor.br e www.facebook.com/fernando.calmon2

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Promoção Last Week Jeep® fecha o ano da marca líder em SUVs - São mais de mil ofertas distribuídas em toda a rede de concessionárias - Há preços e taxas de financiamento especiais, disponíveis no site ofertas.jeep.com.br


Vai até o próximo domingo (22/12) a Last Week Jeep®, com mais de mil ofertas. Esta é a última oportunidade do ano para adquirir os SUVs mais vendidos do Brasil com condições muito atraentes. A campanha tem abrangência nacional, envolvendo as 191 lojas da marca Jeep no país.
A iniciativa é voltada exclusivamente para o ambiente digital e está disponível no site da Jeep, no endereço ofertas.jeep.com.br, fazendo uma conexão direta com o estoque das concessionárias. A ação é similar a Black Week Jeep, que ocorreu no fim de novembro e ofereceu 1.500 ofertas.
Além dos descontos nos preços, o Jeep Bank preparou taxas de financiamento especiais. Para uma compra com 50% de entrada e saldo em 12 parcelas, os juros são de 0,75%. Com o mesmo sinal e restante em 36 meses, a taxa é de 0,87% ao mês.

ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.