sexta-feira, 14 de outubro de 2016

E-Méhari: elétron livre. Um conversível (descapotável) com autonomia de 200 km que tem velocidade máxima de 100 km/h. Estará no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro




Ligado, desinibido, descolado, o Citroën E-Mehari é um carro colorido, cheio de impertinência,totalmente alinhado à promessa Feel Good da marca. 

O Citroën E-Méhari é um "it car" que possui um estilo cheio de frescor e de expressividade, e que sabe seduzir as pessoas à procura de diferenciação, de otimismo, atentas às tendências e ao meio ambiente.

Seu estado de espírito retoma aquele de um ícone da marca Citroën, o Méhari (lançado em 1968), pela sua aparência e seu caráter, mas também por seu lado facilitador de lazeres e por sua praticidade.






Tal como o Méhari, o E‑Méhari é:

· dotado de quatro verdadeiros lugares;

· equipado com um chassi sobrelevado para uma direção facilitada, independente do tipo de terreno;

· produzido em uma carroceria termoformada: um material plástico que não sofre com a corrosão, não requer nenhuma manutenção de pintura e que resiste aos pequenos choques graças à sua elasticidade. Desta forma, ele pode ser lavado por inteiro, dentro e fora, bastando um jato d’água;

· transforma-se em conversível por meio de uma capota removível com um fechamento por meio de um sistema de oclusão lateral escamoteável, com grandes janelas transparentes. 


Dependendo da vontade, pode-se decidir colocar a capota somente na frente, somente atrás, do lado ou em todo o conjunto.

O motivo das portas com suas ranhuras também é um aceno dos projetistas ao Méhari original e às ondulações de sua carroceria. 

Da mesma forma, as cores externas escolhidas ecoam àquelas apresentadas quando do lançamento do Méhari.

Esta ligação com o Méhari, carro mítico que marcou seu tempo, confere ao E-Méhari uma identidade forte, uma filosofia "à parte" para aqueles que estão à procura tanto de autenticidade e quanto de diversão.




Experiência única ao dirigir 
Simples e descontraído, o E-Méhari não é, por isso, menos tecnológico: 100% elétrico, ele oferece uma tecnologia de bateria oriunda da expertise do Grupo francês Bolloré: as baterias LMP® (Lítio Metal Polímero) permitem uma grande autonomia e oferecem desempenho, confiabilidade e segurança.

As baterias LMP® destacam-se pela sua forte densidade energética e sua segurança de utilização. 

São baterias secas, o que lhes dá muitas vantagens, notadamente uma insensibilidade às variações climáticas. 

Elas permitem andar a uma velocidade máxima de 110 km/h e se beneficiar de uma autonomia de 200 km em ciclo urbano.
Práticas, elas são completamente recarregadas em 8 horas em 16A - em instalações que o permitem (terminais domésticas ou terminais públicos tipo Autolib) - ou em 13 horas em tomadas domésticas em 10A.

Assim, o E-Mehari gera um sentimento de liberdade e de serenidade sem precedentes: aquele de andar com o vento nos cabelos com a aceleração, a facilidade e o silêncio de um carro elétrico.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.