ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

FORD RECONHECE PROBLEMA NO CÂMBIO AUTOMÁTICO POWERSHIFT QUE EQUIPA OS MODELOS ECOSPORT E NEW FIESTA, 2013 E 2014 E FOCUS, 2014 E SUBSTITUIRÁ EMBREAGEM QUE FOI CONTAMINADA POR FLUIDO DE TRANSMISSÃO. O PROCON DE SÃO PAULO DEU UMA FORÇA. OS DONOS DESSES MODELOS SERÃO COMUNICADOS PELA FÁBRICA, MAS QUEM NÃO RECEBER A CARTA DEVE RECLAMAR À FORD


A Ford finalmente reconhece que o câmbio PowerShift que equipa os modelos EcoSport e New Fiesta, anos 2013 e 2014, e no Focus, 2014 - versões hatch e sedan - saiu de fábrica com problemas, mas não antes do Procon de São Paulo ter notificado a montadora, levando-a a fazer mea culpa: "O que há é um comportamento que não atende de forma plena à expectativa do consumidor".

A montadora explica que "o problema relatado por alguns consumidores na reportagem da revista "Quatro rodas" pode ter sido resultado da contaminação de uma das embreagens por fluido de transmissão" e que tem dado muita dor de cabeça aos proprietários dos modelos afetados.

De acordo com a Ford essa contaminação foi causada por um "pequeno marejamento da embreagem" que, quando ocorre, pode causar uma leve trepidação correspondente ao mesmo sintoma do desgaste natural da embreagem de uma transmissão manual tradicional".


O defeito, além da trepidação no arranque, gera ainda super aquecimento do câmbio com travamento completo e a impossibilidade de engatar as marchas e ruído.

Esse defeito, no entanto, não se justifica num carro com quilometragem baixa, mas a Ford assegura que "o problema não gera perda de força motriz", mas, a verdade, é que cria uma demora maior na resposta do engate automático das marchas. É lamentável a justificativa dada nas concessionárias: que a trepidação é normal.


Bem, o problema está resolvido graças à intervenção do santo Procon-SP. A Ford diz que identificou "alguns casos", que serão reparados e que adotou um novo tipo de vedação para os carros que estão sendo produzidos.

A montadora considera que não será necessário abrir um recall para sanar o problema "porque a falha não representa risco à segurança dos consumidores".

O Procon-SP revelou que o defeito foi identificado após centenas de reclamações de consumidores nas redes sociais, em matérias na Imprensa e, também, registradas no Procon-SP".

Essas falhas, ainda segundo os relatos, levam a trocas prematuras de kit embreagem e, em casos mais severos, a problemas entre a passagem das marchas, demora para o sistema responder.

A Ford afirma que a falha não é apresentada em todos os carros equipados com o câmbio Powershift e que não foram registrados acidentes com vítimas causados pela ocorrência do problema. 


O Powershift equipa diversos modelos de veículos produzidos pela Ford em diversos países.

A Ford diz que "já encontrou soluções para solucionar o problema nos casos identificados - apenas nos casos identificados", com a troca gratuita da embreagem, equipamento que a montadora diz ter "quantidade suficiente em estoque".

Maior garantia
A Ford revelou que estendeu, de três para cinco anos ou até 160 mil km, a garantia para os modelos afetados pela falha e que os proprietários estão sendo informados por carta. Os carros com mais de 160 mil km, na garantia, terão a embreagem substituída.

O Procon-SP alerta que os consumidores devem ficar atentos ao recebimento dessa correspondência e devem guardá-la junto ao manual do proprietário. 
Caso não a recebam devem comunicar o fato à Ford.