sábado, 8 de maio de 2021

Início bem sucedido do novo ano fiscal para a marca Volkswagen


A Volkswagen começou o ano de 2021 com sucesso, apesar da escassez global de semicondutores e das restrições ocasionadas pela pandemia do coronavírus. A receita de vendas no primeiro trimestre em todo o mundo cresceu 5,4%, chegando a 20 bilhões de euros. Após a queda relacionada à pandemia para 481 milhões de euros em 2020, o lucro operacional chegou a 900 milhões de euros. O retorno operacional sobre as vendas também passou para 4,5% (ano anterior: 2,5%). 

"Conseguimos levar o impulso do segundo semestre de 2020 para o novo ano - apesar dos contínuos desafios colocados pela pandemia e pela escassez global de semicondutores. A evolução em todos os indicadores-chave de desempenho mostram que nossa estratégia ACELLERATE e o rigoroso gerenciamento de custos dos últimos meses estão ganhando força. Com base nisso, continuaremos sistematicamente a conduzir nossa transformação com foco na e-mobilidade e na digitalização", afirmou Ralf Brandstätter, CEO global da Marca Volkswagen.

Recuperação na América do Sul, América do Norte e Rússia

Os planos de recuperação para as regiões também estão tendo efeito e resultaram em uma tendência positiva no primeiro trimestre: o resultado operacional nas Américas do Norte e do Sul, bem como na Rússia, tiveram melhora. A Volkswagen planeja atingir o ponto de equilíbrio neste ano nos EUA e na América do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ACESSE TODAS AS POSTAGENS E SAIBA TUDO SOBRE O MUNDO AUTOMOTIVO.